12 de junho: o dia de abraçar à distância de tão perto

12 de junho: o dia de abraçar à distância de tão perto

Quando Evair saiu pra esse abraço que há 16 anos não nos dávamos, ele abraçou todos nós. Mesmo que à distância de tão perto depois de tudo tão longe.

Hoje, 27 anos depois, não podemos abraçar o Evair como precisamos. Como queremos abraçar tantos que a distância nos proíbe.

Parecia o fim do mundo até então.
Tem sido o fim de vidas há meses.

Não se compara o que estou comparando.

Mas o amor incondicional é igual.
A superação pode inspirar.
A paixão desse Dia 12 e da nossa Academia de 1993 acaba com a desesperança destes e daqueles dias.

Não podemos sair para o abraço com tantos que amamos.

Mas podemos como fazemos há 27 anos dar um gigantesco abraço virtual e à distância no Matador que nos deu a vida e a toda a nossa vida que é o Palmeiras.

Vamos abraçar quem podemos como se fosse o que é hoje.

Vamos abraçar quem não podemos hoje à distância como Evair nos trouxe de volta a ser o que somos.

Não apenas campeões. Apenas Palmeiras.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.