5 anos lá de casa

5 anos lá de casa

Vocês sabem que dia é hoje? Voltemos pra 2014. Palmeiras vivendo uma agonia sem precedentes, flertando com a falência moral e o descenso em pódio. Era o provável fim. Ao tempo que, como esperança única e definitiva, chegava o dia de abrir as portas de casa, novamente.

Eu me lembro onde estava naquele 19 de Novembro. Da esperança incontida que a noite daquele dia reservava. De como era incontida a ansiedade de jogar em casa. De ver o novo Palestra Itália. De como seria sentir a aura do eterno Parque Antártica. As horas grudavam no relógio.

Cada um que tinha a chance de vencer os portões do monumento de concreto reagir à sua. Emocionados, empolgados, saudosos, impressionados. Ninguém chegava incólume. Era uma sinergia quase inédita. A saudade compunha o último ingrediente da volta sonhada.

O primeiro hino nacional do Palmeiras chacoalhou o concreto recentemente armado. Os olhos marejados batizaram a bancada. A noite não foi de sonho, no final, mas a memória afetiva se nega a tratar disso. Fica o afeto pela noite do reencontro. O abraço dos milhares.

Desde lá, viradas improváveis, a remontada lendária na Copa que perderam na véspera e ganhamos no pré, o gol divino, do filho do homem, que encaminhou o primeiro brasileiro do novo terreno. Do segundo, que veio manso e nas mãos de um gênio. As redes brancas, verdes e brancas...

Allianz Parque que se tornou maloca querida. Que virou casa, refúgio, segurança, grandes memórias, carinhos, dores e histórias. São cinco anos de uma trajetória linda. O futuro é verde, certamente.

“donde nóis passemos dias feliz de nossas vida!”

Parabéns, Allianz
Parque

Tags:
  • João Gabriel

    João Gabriel

    De família italiana e tipicamente alviverde, é de São Manuel, interior do estado. Se formou em Jornalismo pela USC/Bauru e é pós graduado em jornalismo esportivo pelo IPOG/SP.