A folia de Borja

A folia de Borja

Borja já não parece mais o Pierrot Apaixonado, aquele da música de Noel Rosa, que acabou chorando por um amor não correspondido, o da colombina.

Hoje o folião colombiano festeja, comemora, esbanja alegria e compartilha os bons momentos no salão com tantos festeiros.

De integrante da ala do ataque, Borja virou destaque no carro abre alas, rompendo defesas e trabalhando pelos lados, para ficar mais perto de quem faz festa na arquibancada.

Se ainda não é nota 10 em todos os quesitos, honra, ao menos, o nove que já foi do Mestre Maluco.

No Carnaval de rua de Mirassol ele se deu bem no bloco Deixa Comigo. Primeiro recebeu na frente, para disputar em velocidade com o rival (como ele gosta) e balançar a rede. Pode, então, desfilar alegria com a torcida.

Depois, em outra arrancada, segurou o samba e, no gogó e no gingado colocou a perna direita no caminho da evolução da zaga, para ser tocado e sofrer pênalti. Jurado não titubeou, anotou na planilha e Dudu converteu.

O Borja folião nunca vai justificar o investimento feito em suas alegorias e adereços. É que ele anda agitando mesmo é na bateria. Precisa agora manter o ritmo durante todo o desfile e, numa quarta-feira qualquer, comemorar um Carnaval nota 10 e tomar sorvete com o arlequim sem lamentações.

[caption id="attachment_8455" align="alignnone" width="300"] Borja e a felicidade que vem após o gol (Foto: César Greco/ Ag. Palmeiras/Divulgação)[/caption]

  • Frank Fortes

    Frank Fortes

    Formado em Jornalismo pela Metodista, iniciou a carreira na Rádio ABC, passou pelo Terra e Rádio Bandeirantes, como produtor, repórter, editor, comentarista e apresentador em Esporte e Geral