Afobado e desacelarado: Inter de Limeira 0 x 0 Palmeiras

Afobado e desacelarado: Inter de Limeira 0 x 0 Palmeiras

Marcel fez dois gols em Limeira, na estreia do SP-05, e o bom treinador Estevam Soares encasquetou de o comparar a Leivinha, um dos melhores camisas 8 do Palmeiras, da Portuguesa e do Atlético de Madrid.

Triste é que naqueles tempos carentes, teve um número razoável de gente que acreditou naquela comparação pouco razoável. Marcel ainda faria mais um gol pelo clube até não permanecer para 2006. Ficou para a história - imerecidamente e desmesuradamente - que ele foi o Leivinha genérico, o que não deu certo...

Claro que não era. E nem deveria ter sido comparado ou cobrado por isso.

O exagero do querido e competente Estevam e o açodamento de todos nós é perigoso e pernicioso. Dos mesmos criadores de que "não dá pro Dudu jogar por dentro". "Não dá mais pro Ramires ser titular em alto nível". "Viña é o melhor lateral-esquerdo do Palmeiras no século XXI". "Palmeiras não vai ganhar nada este ano". "Lucas Lima não pode mais jogar pelo time"."Rony tá saindo mais caro que o Carlos Eduardo". "Luxemburgo há anos não é mais o mesmo".

É tudo muito cedo para ser definitivo. Por mais que Luxa não ache o time e o jogo. Rony ainda perca gols e lances como o time. LL não seja o mesmo do Santos. O Flamengo pareça que vá ganhar até o Paulistão. Viña é mesmo ótimo. Ramires há anos não consegue ser o mesmo. Dudu rende mais pelos lados - mas pode jogar sim por dentro.

O Palmeiras pareceu zicado em Limeira como se estivesse ainda jogando a final do SP-86. Criou e/ou ganhou 12 chance de gols contra apenas uma da Inter, que teve a oportunidade numa má recuperação defensiva palmeirense num rebote de escanteio a favor. Quatro delas sonegadas pelo bom goleiro Rafael Pin. Uma que Willian isolou a bola do estádio. Dudu mandou na trave no final do primeiro tempo. Para quem tinha um a mais desde os 8 da segunda etapa com a justa expulsão de Aírton, o torcedor pode ficar com razão na bronca com o time e o treinador tanto quanto com o bom árbitro Vinicus Furlan, que poderia ter marcado um pênalti em Rony.

Tanto quanto com Ramires, que conseguiu fazer uma falta que mereceu o cartão amarelo com 4 segundos no Limeirão...

Só nisso o Palmeiras foi rápido. Ou afobado como segue Rony, que de novo foi um pouco melhor na segunda etapa, pela direita onde ainda não está acostumado. Mas ao menos evoluiu um pouco. Não se escondeu. Quis o jogo que o Palmeiras não parece estar conseguindo jogar no SP-20.

Se houver equilíbrio para não achar que tudo é Marcel (depois da estreia em Limeira), há como evoluir como equipe. Mesmo com algumas insistênciascompreensíveis que parecem apenas teimosias inexplicáveis de Luxemburgo na tentativa de superar o Santo André.
  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.