Fora de ritmo, Ricardo Goulart tem estreia tímida, mas com promessa de boas características em campo

Fora de ritmo, Ricardo Goulart tem estreia tímida, mas com promessa de boas características em campo

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O torcedor palmeirense espera muito do meia-atacante Ricardo Goulart. Versátil, também pode ser chamado de ponta e, algumas vezes, de centroavante. Em sua estreia, contra a Ferroviária, o camisa 11 não foi tão veloz quanto habitual, (fato compreensível já que está retornando de uma artroscopia no joelho), mas mostrou estar pronto para se deslocar pelo intermediária ofensiva por onde for preciso.

Ele não pegou tanto na bola, mas quando participou de lances de destaque, apareceu em lugares diferentes do campo e tomou decisões variadas, o que já é indício das boas alternativas que ele pode dar ao time de Luiz Felipe Scolari. Apareceu tanto pela esquerda, quanto pelo meio e também com razoável queda para a direita, mas acompanhando a partida, pareceu claro que prefere receber a bola bem no centro da intermediária. Confira a análise da breve atuação de Goulart e o que ele pode oferecer ao Palmeiras!

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.