Alexandre Mattos planeja Goulart definitivo, Felipão maior técnico da história do país e coloca Pato em 'modo de espera'

Alexandre Mattos planeja Goulart definitivo, Felipão maior técnico da história do país e coloca Pato em 'modo de espera'

Foto: Site Palmeiras/Divulgação

Nesta sexta-feira (22), Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, conversou com o Esporte Interativo, e destacou que já pensa em manter Ricardo Goulart em definitivo no clube, que monitora opção de Alexandre Pato e que Luiz Felipe Scolari, é o maior técnico da história do Brasil.

“Qualquer grande jogador interessa ao Palmeiras, mas temos de entender o momento para ver se encaixa, a questão financeira, técnica, quantos já tem na posição. Não temos nada a dizer, nem que sim, nem que não. Estamos 'de stand by', afirmou Mattos. Alexandre Pato com passagem por Corinthians e São Paulo recentemente no Brasil, acaba de rescindir com o seu clube chinês, o Tianjin Quanjian, e está livre no mercado.

Durante os quatro anos na equipe, Mattos ganhou dois brasileiros e uma Copa do Brasil. Na carreira, são mais dois nacionais e um mineiro. Seu contrato vai até dezembro de 2021. De acordo com o diretor, Scolari é um exemplo, pois pegou um Palmeiras em três momentos distintos contando com a atual.

“Eu tinha convicção do Felipão. Eu já tinha conversado com ele algumas vezes, mas foi muito rápido. Eu liguei e ele disse que sim e já me mandou conversar com o procurador de. Eu já era fã dele, hoje sou presidente do fã clube! Pela pessoa e pelo profissional. Para mim, o maior treinador da história do futebol brasileiro. Pelos títulos conquistados e por ter conquistado fora do Brasil também. É um cara abençoado e fantástico. É impressionante a força física e mental que ele tem. Ele entra e adapta a modernidade ao time, como ele fez com o Palmeiras de hoje“, comentou.

Para Alexandre Mattos, a principal contratação de 2019 está bem adaptado ao clube. “Ele (Ricardo Goulart) está feliz aqui, a gente também. Ele tinha uma proposta salarial mais alta para ir a outro clube da China. Foi fundamental querer vir ao Palmeiras, ele conheceu nossa estrutura e ficou encantando. Criou uma relação muito forte. A tendência é o clube na hora certa se preocupar com isso. Se for com a vontade dele e do clube, fazer um casamento maior", ressaltou.

Confira abaixo sobre outros temas abordados na entrevista:

Base

"Quantos jogadores foram perdidos por antecipação em times com problemas financeiros? Palmeiras está com seus jogadores na plenitude de suas carreiras. E os meninos? Estão se preparando! Na hora que der brecha, entram."

Contratações + Borja

“É uma camisa muito pesada. Quem não tem c...* para aguentar a pressão, não fica aqui no Palmeiras.” Ele completou: "Borja não é jogador de beleza de futebol. É finalizador, de arranque. Foi em 2018 artilheiro do Palmeiras, do Paulistão, da Libertadores e não foi artilheiro do Brasileiro porque a gente faz revezamento. Ele fez o seu papel. ”

Zé Rafael e Veiga

"Opção técnica é de acordo com o que a comissão imagina. A comissão adora os dois, toda hora vinha gente aí (fazer oferta), mas são jogadores que vão fazer o presente e o futuro do Palmeiras. ”

Futuro

"Palmeiras busca promessas que podem vingar ou não. Quer estar forte para ser protagonista. Se organizou para nos quatro, cinco próximos anos seja protagonista com Veiga, Zé Rafael e por aí vai. ”

  • Alysson Rodrigues

    Alysson Rodrigues

    Frustrado por não ser atleta por algo que sou apaixonado viro jornalista para unir essas paixões: leituras futebolísticas e Palmeiras.

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.