Altitude, vulcões e rica arquitetura: o que o Palmeiras irá encontrar em Arequipa

Altitude, vulcões e rica arquitetura: o que o Palmeiras irá encontrar em Arequipa

O Palmeiras encara o Melgar nesta próxima quinta-feira (25), a partir das 23h, na belíssima Arequipa, pela penúltima rodada da Copa Libertadores 2019.

Um empate já garante o Verdão na fase final do torneio continental.

Pesquisamos tudo sobre a cidade peruana que vai receber o Verdão pela primeira vez na sua história.

Após visitar Barranquilla e Buenos Aires, essa será a viagem mais longa e desgastante do clube nesta Libertadores.

Arequipa é a segunda cidade mais rica do Peru e é nomeada um Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Vem descobrir o porquê!

Altitude

O grande terror dos clubes brasileiros que sobem a montanha para jogar com times vizinhos do nosso país, a altitude é uma das maiores armas do Melgar quando o time joga em casa. Arequipa fica a 2.300 metros acima do nível do mar. Apesar da fraqueza do time peruano, o jogo deve der desgastante para o time palmeirense, que 4 dias depois estreia no Brasileirão. Em 2007, a FIFA vetou a altitude de Arequipa e o jogo entre Brasil e Peru, válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, teve que ser realizado em Lima.

Turismo

A 'Plaza das Armas' é o marco zero da cidade peruana e o ponto turístico mais atraente para os palestrinos que irão para o jogo. Além de abrigar a belíssima Basílica Catedral de Arequipa, lá você também pode encontrar os melhores restaurantes da cidade.

are8

Europa?

O centro de Arequipa lembra muito algumas cidades européias, principalmente as 'Plazas' da Espanha. A cidade é mais conhecida como 'La Ciudad Branca', uma vez que todos os prédios do centro foram construídos com pedras vulcânicas brancas.

are9

Vulcões

Arequipa está rodeada de picos que nada mais são do que vulcões. Alguns já extintos, outros ainda bem ativos. O maior e mais ameaçador, El Misti, pode ser visto por de trás da catedral. Os seus irmãos, Chachani à esquerda e Pichu Pichu à direita, compõem a trindade das alturas (entre os 5500m a 6000m). Por ficar na região sudeste do país, mais perto da Cordilheira dos Andes, Arequipa sofre de vez em quando com os tremores de terra.

are4

Mercadão Municipal

O mercadão de Arequipa possui mais de 50 tendas onde muitas mulheres locais preparam sucos naturais para os visitantes. O mercadão também oferece lugares para comer. A principal receita gastronômica de Arequipa é o Rocoto Relleno, uma espécie de pimentão recheado com carne, cebola, ovo, queijo e outros ingredientes.

are12

Como chegar?

O Palmeiras provavelmente deve fazer escala em Lima e depois partir para Arequipa de avião, uma vez que a cidade fica a mais ou menos 1000 km da capital peruana. O Aeroporto de Arequipe fica a 4km do centro da cidade. Pra você que deseja assistir ao jogo, uma maneira mais econômica é desembarcar em Lima e pegar um ônibus até a terra do Melgar.

Monumental de UNSA

O Melgar manda as suas partidas no Estádio Monumental da Universidad Nacional de San Agustín. Com capacidade para 40.200 torcedores, é possível ver o vulcão Misti do lugar mais alto do estádio. Nesta Libertadores, o Melgar tem uma vitória diante do Junior e um empate contra o San Lorenzo jogando na altitude.

Palmeiras e Melgar se enfrentam nesta quinta-feira a partir das 23h, horário de Brasília, no jogo que marca a estreia do Verdão em transmissões via Facebook.

No primeiro jogo no Allianz Parque, o Verdão não teve dificuldades em bater os peruanos por 3 a 0. Relembre!

Veja mais algumas fotos de Arequipa!

are1

are

55a977f9-fc16-49f5-8288-314c51f23710

are3

are10-1

Todas as fotos usadas nesta reportagem são do fotógrafo Danilo Martins Yoshioka
(https://www.instagram.com/danilomartinsyoshioka/)

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!