Amendoim da Guia em: Toma conta da sua vida!

Amendoim da Guia em: Toma conta da sua vida!

Boa tarde, palestrinos! Como foram de Carnaval? Até na avenida nós sambamos na cara deles, né? Tá difícil aguentar o choro e a inveja dos nostros rivais. Tio Amendoim da Guia nem deveria tocar nesse assunto aqui hoje, pois foi uma atitude tão pequena, mas tão pequena, que io acho que nem na Fazendinha caberia.

Mas muitos italianos amicos meus ficaram de cabeça quente, e tão enchendo o meu sacco para comentar o episódio. O diretor de marquetingue lá dos nossos fiéis freguesa falou mal do NOSTRO estádio, sim NO S T R O. Diferentemente do deles nostra casa tem NOME e está QUITADA! Discutir qual modelo de negócio foi melhor é uma insanidade. Enquanto um arrecada mais e mais a cada dia, o outro só aumenta a sua dívida, e ainda vem querer cuidar da nostra vida. VAFANCULLO!

Como diz um amigo do tio, baleia no aquário é só quando o Santos vem nos visitar. Pior é clube que não tem aquário pra nada, mas é administrado por tubarões. Non dá nem pra chamar aquela impressora de aquário, é toda vazada, se fosse um aquário transbordava toda Radial Leste.

Mas io entendo esta dificuldade para administrar uma casa, achar um parceiro que queira cobrir as suas dívidas mal planejadas. Quem viveu 100 anos sem teto realmente precisa de muito tempo e experiência para aprender como se trata as outras pessoas.

Falem menos de nostra Arena e paguem mais a de vocês. O Palmeiras non cuida da vida de ninguém, somente da dele, que anda muito bem, aliás. Vá cuidar dos seus problemas que non são poucos e nos esqueça, pelo menos um dia de sua vida.

Pague a marmita, o Kazim, os seguranças, o seu estádio que ainda também é de todos nós cidadãos de São Paulo, e só depois pegue a linha da Zona Leste sentido à modernidade. Só assim poderemos conversar. De resto seguiremos cuidando do que é nosso.

E non esquece de pegar os tais dos CIDs, os Corintianos Impostos Devidos.

NOTA OFICIAL: A direção do NOSSO PALESTRA não se responsabiliza pelas opiniões emitidas por Amendoim da Guia. E nem pelas notas fiscais que nosso tio possa soltar no mercado.

Agora uma música para os nossos co-irmãos curtirem a quarta-feira de cinzas: