Após saída de Roger Machado, Palmeiras iguala melhor sequência defensiva do ano

Após saída de Roger Machado, Palmeiras iguala melhor sequência defensiva do ano

*Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras
*

Paraná, Bahia, América-MG, Certo Porteño e Vasco da Gama não conseguiram balançar as redes do Palmeiras nos últimos cinco jogos da temporada por diferentes competições. Uma sequência como essa aconteceu apenas uma vez durante os 44 jogos do técnico Roger Machado a frente do Palmeiras em 2018, em partidas válidas pelo Campeonato Paulista no mês de março. A boa série envolveu vitórias contra São Paulo, Ituano, Novorizontino duas vezes e Santos.

A marca é importante e curiosa por ocorrer logo após a saída de Roger Machado, criticado justamente por treinar uma equipe que conseguia sair na frente, mas não sabia manter a vantagem no placar. Para se ter uma ideia, com exceção dos amistosos durante a Copa do Mundo, o Palmeiras treinado por Roger Machado passou 13 jogos sem conseguir uma série de dois jogos sem levar gols. A última sob o comando do ex-técnico aconteceu no fim de abril, quando o time venceu Internacional e Boca Juniors, além de empatar com a Chapecoense.

Na atual marca, o Palmeiras carrega vitórias contra Paraná e Vasco pelo Brasileirão, Cerro Porteño pela Libertadores e empates contra Bahia, pela Copa do Brasil, e América-MG também pelo Campeonato Brasileiro. Vale registrar que diante do Paraná a atual comissão técnica ainda não havia assumido o comando da equipe, embora já tivesse sido anunciada.

Os resultados da sequência podem ser considerados satisfatórios, já que a equipe não desperdiçou pontos dentro de casa, decidirá os confrontos de mata-mata dentro de casa em boas condições (vantagem de dois gols na Libertadores e placar igual na Copa do Brasil) e conquistou um ponto fora de casa utilizando reservas no duelo com o América-MG pelo Brasileirão.

Embora alguns possam considerar os adversários da série relativamente fracos, ainda que o Palmeiras tenha utilizado reservas contra América-MG e Vasco, a equipe de Roger Machado sofreu gols de adversários de nível parecido no Brasileirão, por exemplo, contra Sport, Ceará, Atlético-PR e o rival Santos, que apesar de tornar o confronto clássico, vive péssimo momento.

O próximo desafio da equipe pode fazer o Palmeiras alcançar a melhor marca do ano com seis partidas sem levar gols e caso isso aconteça, basta o ataque marcar uma vez para que os comandados de Luiz Felipe Scolari garantam vaga na semifinal da Copa do Brasil. Até mesmo um placar sem gols contra o Bahia, na próxima quinta-feira, no Pacaembu, pode dar a vaga, desde que o Palmeiras vença o duelo nas penalidades máximas.

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.