Big Phil volta 2138 dias ao Palmeiras e pode igualar Osvaldo Brandão

Big Phil volta 2138 dias ao Palmeiras e pode igualar Osvaldo Brandão

(Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press)

2138 dias. Esse foi o número exato de dias que o palmeirense esperou para estufar o peito e dizer: Felipão é treinador do Palmeiras! Desde sua demissão em 13 de setembro de 2012. Naquela ocasião foi derrotado por 3 a 1 pelo Vasco da Gama, em São Januário. Essa será a 3ª passagem de Luis Felipe Scolari pelo nosso clube. Porém, Big Phil não é o único que retorna ao Palestra Itália em busca da imponência que canta e vibra no estádio.

O bairro da Pompéia viu ainda nos anos 30, o primeiro treinador passar duas vezes pelo até então Palestra Itália. A façanha foi do uruguaio Humberto Cabelli que dirigiu à equipe sem muito brilho em um ano, e voltar em 32 para ser tricampeão Paulista (32/33/34), além de dois torneios Rio-São Paulo (33/34). Cabelli sairia do cargo em meados de 35.

O saudoso e sempre lembrado Osvaldo Brandão, o técnico que mais dirigiu nosso time na história, que passou entre 1947/48 e 1958/60 – ano do 1º título do brasileiro para a alegria da nação palmeirense. Mário Travaglini também repetiu o feito de Brandão na 2ª passagem e venceu um Campeonato Brasileiro.

Além deles, Filpo Nuñez também passou por dois momentos pelo alviverde. Final dos anos 60 e 70. Nenhum título conquistado. Mas sua característica de jogo é lembrada até hoje para nós palestrinos. Vanderlei Luxemburgo também especulado em assumir à equipe, após vencer dois brasileiros com a gente, passou outras três vezes, sendo a mais marcante o ano de 2008, pois mais uma vez ele dirigia um time que quebrava o tabu do título paulista de 1996 que o mesmo havia vencido no século passado. Tamém houve Cuca que brilhou em 2016 quebrando o tabu de mais de duas décadas sem levantar uma taça do campeonato nacional, mas sua volta em 2017 pouco deixou saudades. Tanto que culminou em sua demissão antes do fim do contrato.

Como Scolari, Brandão também tem no seu currículo uma 3ª via com a Sociedade Esportiva Palmeiras. E foram glamorosos. Foram mais duas taças de campeonato brasileiro em 4 anos. Felipão se cumprir até o fim seu contrato será de dois anos seu retorno ao Parque Antárctica. La nostra casa.

Para qualquer palmeirense ter Felipão de volta é uma parte de ti que está representada em campo. Como estímulo, ainda tem a possibilidade de ultrapassar os 580 jogos de Osvaldo Brandão dirigindo o alviverde. Está com 408. Outro aspecto que pode encorajá-lo, é que são cinco taças de Luis Felipe Scolari dirigindo o Palmeiras contra sete de Brandão e Luxemburgo.

Big Phil tem uma diferença: ganhou uma libertadores e foi vice de outra. Em ambas passou pelo Corinthians. Sua chegada é cercada de expectativas pelo Brasileirão, mas principalmente pelo desempenho em mata-matas. Benvenuto, Scolari!

  • Alysson Rodrigues

    Alysson Rodrigues

    Frustrado por não ser atleta por algo que sou apaixonado viro jornalista para unir essas paixões: leituras futebolísticas e Palmeiras.