Borja comemora um dos três gols marcados contra o Junior Barranquilla (ClickParmera)

Gol 300, recorde, marca inédita e um novo artilheiro estrangeiro na Libertadores. A noite desta quarta-feira (16) reuniu tudo isso na vitória do Palmeiras sobre o Junior Barranquilla por 3 a 1, na última partida pela fase de grupos.

O segundo tento de Borja foi o de número 300 do Alviverde na competição. O time é o clube brasileiro com mais gols na competição sul-americana. Gildo, em 1961, marcou o primeiro, Maurílio, em 1994, o centésimo e Lopes, em 2001, anotou o ducentésimo.

Curiosamente, o gol 200 saiu em uma noite em que o palmeirense fez três vezes, contra o Cruzeiro no antigo Palestra Itália no empate por 3 a 3, pelas quartas de final. Até o jogo contra o Junior, Lopes tinha sido o único atleta a marcar três em uma mesma partida da Libertadores vestindo verde e branco.

Borja repetiu o feito e também estabeleceu alguns recordes pessoais. Ele chegou a seis tentos pelo clube no torneio, passou Arce e tornou-se o artilheiro estrangeiro na Liberta. O paraguaio marcou em cinco oportunidades.

O camisa 9 foi o primeiro a balançar as redes em três oportunidades na mesma partida no Allianz Parque. Barrios, na goleada sobre o Fluminense por 4 a 1 no Maracanã pelo Brasileiro de 2015, tinha sido o último a marcar tantas vezes em um mesmo compromisso.

Deixe um Comentário