Borja marca pela 1ª vez com Mano, mas não esconde que pode deixar o Palmeiras em 2020

Borja marca pela 1ª vez com Mano, mas não esconde que pode deixar o Palmeiras em 2020

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/ Divulgação

Miguel Borja foi um dos grandes nomes do empate do Palmeiras por 1 a 1 neste domingo na Fonte Nova. Autor do gol do Verdão, o camisa 9 balançou as redes pela primeira vez com Mano Menezes, e fez somente o seu sexto gol no ano.

Após a partida, em entrevista aos jornalistas presentes na casa do tricolor baiano, Borja não escondeu a frustração pelo ano de 2019, e afirmou que se o clube quiser que ele saia, e vai procurar outro caminho sem problemas.

"Estou trabalhando. Não sei o que acontece na diretoria, com o professor. Só fico trabalhando. Sei das minhas condições. O Palmeiras está muito bem. Se eles acham que tenho que sair, vou sair sem problema nenhum", afirmou o colombiano.

"Precisava voltar a marcar, a sentir que sou importante. Quero agradecer aos meus companheiros, que estão me apoiando, me ajudando a fazer gols", completou o atleta que marcou hoje pela primeira vez no Brasileirão.

"Estava trabalhando, a cada dia fazendo o que sei fazer, mas muitas vezes o jogo não dá para fazer. Falei com Mano, ele me fala que o estilo de jogo do Palmeiras não ajuda muito meu estilo. Fico trabalhando para tratar de melhorar, de encaixar um pouco mais no jogo do Palmeiras. Se meu caminho for sair do Palmeiras, não tem problema. Estou com Deus, e Deus me ajuda a tomar a melhor decisão para o ano que vem", finalizou Borja.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!