Choque de realidade e de futebol. Flamengo 3 x 0 Palmeiras

Choque de realidade e de futebol. Flamengo 3 x 0 Palmeiras

Foto: Divulgação Flamengo/Palmeiras

O Palmeiras sofreu neste domingo uma de suas derrotas mais vexatórias do ano, ao perder por 3 a 0 para o Flamengo, no Maracanã.

Agora com sete jogos sem vencer no Brasileirão, a atuação da equipe de Scolari foi sintomática de todos os problemas que o clube enfrenta em 2019.

Falta de intensidade, pouquíssimo repertório ofensivo e um sistema defensivo que foi esfacelado em menos de 2 meses.

Hoje, com uma escalacão medrosa e recheada de volantes, Felipão deu a bola para o Flamengo e praticamente assistiu à um baile dos cariocas no primeiro tempo.

Scolari enfrenta a sua pior crise desde que voltou ao clube, em agosto de 2018 e apesar de ter o apoio público da diretoria, a pressão por sua saída só irá aumentar depois do resultado desta tarde.

O choque de realidade no Maracanã foi claro. De um lado, um time bem treinado, com uma postura cada vez mais agressiva e que soube se reforçar para a temporada.

Do outro, um time sem confiança, sem entrosamento, sem um esquema tático definido. Um Palmeiras que a cada jogo mostra como os planos para 2019 foram trágicos.

Nem com 0 a 3 no placar o time conseguiu ficar com a bola. Mais de 70 minutos sem assustar o gol de Diego Alves. Nem lateral na área o time conseguiu lançar hoje.

Um projeto de futebol que tem raiva da bola.

Quem gosta do Palmeiras não pode querer que a coisa continue assim.

Tempo para brigar pelo título ainda tem, mas penso que o Palmeiras necessita tentar arrumar a casa, reformular o elenco, implantar uma nova filosofia de jogo.

Não adianta colocar os problemas pra debaixo do tapete e iniciar mais um ano perdido.

A torcida está cansada de tanta apatia e covardia para se jogar futebol. Está na hora do time das duas Academias ser mais agressivo.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!