Com Hulk na torcida, Palmeiras vira sobre o Mirassol e estreia novo gramado com vitória

Com Hulk na torcida, Palmeiras vira sobre o Mirassol e estreia novo gramado com vitória

Foto: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

O Palmeiras estreou com vitória no primeiro jogo do Allianz Parque em 2020. Encarando o Mirassol em dia de várias estreias no seu estádio, o time de Luxemburgo sofreu diante de um organizado time do interior paulista, mas teve muito brio e raça para buscar o resultado e fazer a festa dos mais de 26 mil palmeirenses no estádio, entre eles o atacante Hulk, que é declarado palmeirense e assistiu ao jogo do camarote do clube.

O primeiro tempo não foi fácil para o Verdão. Atacando para o Gol Sul, o time não teve tantas chances de gol e demonstrou uma certa dificuldade com o novo gramado, principalmente com alguns passes mais longos.

Na segunda etapa o Verdão melhorou com as entradas de Raphael Veiga e Gabriel Menino, porém não conseguiu converter suas chances em gol e tomou um grande susto quando o Mirassol abriu o placar.

Bruno Henrique também veio ao jogo no lugar de Zé Rafael e ajudou o Palmeiras a mudar a trajetória da partida. Antes disso, Gustavo Gómez havia se recuperado de grande falha e empatado a partida com um belo gol de cabeça.

O ex-capitão achou Raphael Veiga sozinho na área para virar a partida e estremecer o Allianz Parque. Foi o primeiro gol do camisa 23 nesse ano. Veiga aproveitou muito bem a chance de ser testado pela primeira vez em sua posição de origem.

Ainda sobrou tempo para Gabriel Veron achar Luiz Adriano na entrada da grande área. O camisa 10 dominou com muita calma e só tirou do goleiro para fazer o terceiro e colocar um ponto final na partida.

Com a vitória, o Verdão segue na cola do Santo André na vice-liderança do Paulista, com 13 pontos.

O time de Luxemburgo volta a campo nesta quinta-feira, 20, diante do Guarani, no Allianz Parque. O jogo que deve marcar a partida de número 300 de Dudu com a camisa do Verdão.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!