Com melhor 1º turno da história, Palmeiras termina primeira parte do Brasileirão com bons índices

Com melhor 1º turno da história, Palmeiras termina primeira parte do Brasileirão com bons índices

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras/ Divulgação

O Palmeiras encerrou o primeiro turno do Brasileirão com um importante triunfo por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, resultado que garantiu a melhor campanha do primeiro turno de toda história do Verdão nos pontos corridos.

A incrível campanha construída por Scolari pré Copa América, fez com que o clube se levantasse no campeonato com as três vitórias seguidas no comando de Mano Menezes.

O Palmeiras encerra a primeira parte do campeonato sendo o melhor visitante ao lado do Santos, e nas primeiras colocações dos índices de ataque, defesa, mandante e jogos contra os 10 primeiros e os 10 últimos da tabela.

Com apenas 9 gols sofridos em 2019 até a parada para a Copa América, o Palmeiras era disparado o time com melhor defesa do Brasil. Porém o sistema ruiu no reinício do segundo semestre e hoje é a terceira melhor defesa do campeonato, com 14 gols sofridos.

Já no ataque o Palmeiras sobe uma posição em relação à sua defesa. O time de Mano Menezes só perde para o Flamengo de Jorge Jesus no quesito artilharia, com 30 gols marcados, 18 gols a menos do que o ataque liderado por Gabigol.

O atual campeão brasileiro possui a terceira melhor campanha como mandante, com sete vitórias e dois empates ao lado do seu torcedor.

As únicas duas derrotas do Verdão no primeiro turno foi para Ceará e Flamengo, os dois jogos fora de casa.

O Palmeiras também encerra o turno com a terceira melhor campanha diante dos 10 primeiros da tabela, e o segundo contra os 10 times que estão na parte de baixo.

Se quiser brigar pelo bicampeonato nacional e o seu 11º da coleção, o alviverde deve fazer uma campanha igual ou até melhor do que a deste primeiro turno, uma vez que o líder Flamengo lidera três dos seis quesitos.

O Palmeiras volta à campo neste domingo, 22, diante do Fortaleza, para o início do returno do Brasileirão 2019!

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!