Dérbi pode completar 10 anos sem pênalti marcado para o Palmeiras

Dérbi pode completar 10 anos sem pênalti marcado para o Palmeiras

Foto: César Greco/ Ag. Palmeiras/ Divulgação

Mesmo com a vitória por 1 a 0 diante do Corinthians neste domingo no Allianz Parque, o lado alviverde mais uma vez não saiu totalmente satisfeito com a arbitragem.

O juiz Jean Pierre Gonçalves Lima deixou de marcar dois pênaltis bem discutíveis para o Palmeiras, que curiosamente aconteceram seguidamente um do outro, o primeiro de Henrique em Deyverson, e o 2° de Douglas em Marcos Rocha.

A última vez que o Palmeiras teve um pênalti assinalado em um Dérbi foi em 2009, em Presidente Prudente, no famoso jogo em que o atacante Obina marcou um hat-trick na vitória alviverde por 3 a 0.

Caso Corinthians ou Palmeiras fiquem pelo caminho nas semifinais da Copa do Brasil, em 2019 completaríamos uma década sem pênaltis para o Verdão em clássicos diante do seu maior arquirrival.

Neste ano tivemos grandes polêmicas relacionadas a penalidades em Dérbi. Jaílson foi expulso após forte entrada em Renê Junior, em jogo válido pelo 1° turno do Paulista. O árbitro só deu o pênalti após ver o corte na perna do volante. A jogada havia seguido e só depois que o Corinthians finalizou a jogada o árbitro assinalou o pênalti.

Já na grande final do Paulista, tivemos um choque entre Ralf e Dudu, e mais de 8 minutos de jogo parado, uma vez que o árbitro Marcelo Aparecido deu o pênalti, mas sabe-se lá de onde, recebeu a informação de que não teria acontecido a falta.

O Corinthians ficou com o título, mas o Palmeiras tenta provar até hoje na justiça de que houve interferência externa, algo proibido até aqui.

Reveja os lances de ontem e tire as suas próprias conclusões:

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!