(Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

A expulsão de Deyverson foi a quinta dele com a camisa do Palmeiras em somente 66 partidas. A cada 13 jogos em média ele deixa o gramado antes do final por ter recebido cartão vermelho.

Ao ser advertido pelo Campeonato Paulista, o atacante conseguiu ser expulso em todos os torneios em que disputou desde a volta para o país, no meio de 2017. Foram outras duas no Brasileiro (Corinthians-17 e Ceará-18), uma na Libertadores (Cerro Porteño-18) e outra na Copa do Brasil (Bahia-18). Em três, Deyverson havia saído do banco de reservas: Corinthians, nas duas vezes, e Cerro.

Em determinado momento, ele chegou a ficar suspenso em duas competições ao mesmo tempo pelas punições na Liberrtadores e Copa do Brasil.

Ele já era o atleta do atual elenco com maior número de expulsões e agora igualou a marca negativa de Valdivia e Diego Souza. Nos últimos anos, a dupla também recebeu cinco vermelhos quando defendeu o clube, mas com mais jogos do que Deyverson.

Nas duas passagens, o chileno somou 241 compromissos pelo clube - uma expulsão a cada 48 jogos -, enquanto Diego Souza fez 142 - uma a cada 28, em média.