Dudu reencontra sua maior vítima pelo Palmeiras; camisa 7 marcou em todos os encontros diante do Novorizontino

Dudu reencontra sua maior vítima pelo Palmeiras; camisa 7 marcou em todos os encontros diante do Novorizontino

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras/ Divulgação

Após ser poupado do jogo diante da Ponte Preta na última quarta-feira, Dudu voltará a campo pelo Palmeiras neste sábado, diante de um adversário que traz boas lembranças ao camisa 7 alviverde. Todas as vezes que o Palmeiras encontrou o Novorizontino, Dudu balançou as redes.

Desde que o camisa 7 chegou ao Palmeiras, foram quatro duelos diante do time do interior paulista, todos pelas quartas de finais do Estadual. Dudu fez gols de todos os jeitos no Novorizontino, de rebote, de pênalti, finalizando de fora da área e também demonstrando categoria na cara do goleiro.

Dudu é o jogador com mais minutos jogados no Paulista e também o único atleta do Palmeiras na seleção da primeira fase do torneio, realizada pelo site de estatísticas Footstats.

“Tive a felicidade de marcar gol nos quatro jogos contra eles e isso é ótimo, mas são dados que não entram em campo. Este ano é outro campeonato, outro momento, e a gente sabe que serão duas partidas bem complicadas. O Novorizontino demonstrou muita qualidade no Paulista e não podemos bobear. Eles ganharam do Santos, mesmo fora de casa, e do Corinthians. Temos que entrar focados desde o começo da partida e trazer um bom resultado para São Paulo”, disse o melhor jogador do último Brasileirão.

Dudu vai para a sua quinta temporada pelo Palmeiras, onde já disputou 240 jogos pelo clube, marcou 56 gols, deu 58 assistências e conquistou três títulos (Copa do Brasil de 2015 e Brasileirão de 2016 e 2018).

Além disso, o ídolo da nova geração de alviverdes, coleciona uma série de recordes importantes pelo Verdão, dentre elas, a de jogador com mais partidas (104), gols (27) e assistências (26) no Allianz Parque, artilheiro do Palmeiras no Século XXI e maior goleador do clube no Brasileiro por pontos corridos, com 32 gols.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!