Em 10 jogos, Felipão tira sete pontos do primeiro colocado do Brasileirão com aproveitamento impressionante

Em 10 jogos, Felipão tira sete pontos do primeiro colocado do Brasileirão com aproveitamento impressionante

Em 10 jogos sob o comando de Luiz Felipe Scolari, o Palmeiras fez o que muitos julgavam impossível. Escalando uma equipe considerada alternativa e passando a ideia de que a prioridade seria das competições de mata-mata, Felipão alcançou o aproveitamento de 80% dos pontos disputados e mesmo diante de bons números dos atuais postulantes ao títulos, encostou de vez na liderança após a vitória sobre o Sport por 1 a 0 na Ilha do Retiro.

Foram sete vitórias, três empates e nenhuma derrota até aqui nos 10 jogos em que o Palmeiras esteve sob o comando de Luiz Felipe Scolari. O atual líder da competição, sob o comando de Diego Aguirre, foi o que mais caiu de rendimento, acumulando 63% de aproveitamento nas mesmas 10 rodadas, enquanto o terceiro colocado Internacional, liderado por Odair Helmann, conquistou 70% dos pontos que disputou nessa série. Nesse recorte, portanto, o Palmeiras tirou os cinco pontos de distância que chegaram a separá-lo do Internacional e sete dos oito pontos de gordura que o São Paulo conseguiu abrir de vantagem.

ÍNDICES DE FELIPÃO SÃO AINDA MAIS IMPRESSIONANTES QUANDO COMPARADOS AO SEU ANTECESSOR

Sem utilizar tanto o elenco quanto Luiz Felipe Scolari, o antecessor Roger Machado comandou o Palmeiras em 15 jogos e obteve o aproveitamento de 51% dos pontos conquistados. Vale lembrar também que o único jogo no qual o interino Wesley Carvalho treinou o time, contra o Paraná pela 16ª rodada da competição, o Palmeiras venceu por 3 a 0 dentro do Allianz Parque.

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.