Em 10 jogos sob o comando de Luiz Felipe Scolari, o Palmeiras fez o que muitos julgavam impossível. Escalando uma equipe considerada alternativa e passando a ideia de que a prioridade seria das competições de mata-mata, Felipão alcançou o aproveitamento de 80% dos pontos disputados e mesmo diante de bons números dos atuais postulantes ao títulos, encostou de vez na liderança após a vitória sobre o Sport por 1 a 0 na Ilha do Retiro.

Foram sete vitórias, três empates e nenhuma derrota até aqui nos 10 jogos em que o Palmeiras esteve sob o comando de Luiz Felipe Scolari. O atual líder da competição, sob o comando de Diego Aguirre, foi o que mais caiu de rendimento, acumulando 63% de aproveitamento nas mesmas 10 rodadas, enquanto o terceiro colocado Internacional, liderado por Odair Helmann, conquistou 70% dos pontos que disputou nessa série. Nesse recorte, portanto, o Palmeiras tirou os cinco pontos de distância que chegaram a separá-lo do Internacional e sete dos oito pontos de gordura que o São Paulo conseguiu abrir de vantagem.

ÍNDICES DE FELIPÃO SÃO AINDA MAIS IMPRESSIONANTES QUANDO COMPARADOS AO SEU ANTECESSOR

Sem utilizar tanto o elenco quanto Luiz Felipe Scolari, o antecessor Roger Machado comandou o Palmeiras em 15 jogos e obteve o aproveitamento de 51% dos pontos conquistados. Vale lembrar também que o único jogo no qual o interino Wesley Carvalho treinou o time, contra o Paraná pela 16ª rodada da competição, o Palmeiras venceu por 3 a 0 dentro do Allianz Parque.