Em câmera aberta! Nível de concentração ajudou o Palmeiras a vencer o Bahia

Em câmera aberta! Nível de concentração ajudou o Palmeiras a vencer o Bahia

Não é fácil manter a concentração durante 90 minutos, mas é necessário tê-la no máximo nível possível durante todo o tempo. Caso uma equipe relaxe e a outra perceba, as chances de um gol acontecer são gigantes, assim como aconteceu no segundo gol do da vitória do Palmeiras sobre o Bahia por 3 a 0. 

No lance em que Antônio Carlos balança as redes, é possível perceber diversos erros no sistema defensivo do Bahia. Todos causados por desatenção e baixa da concentração coletiva. Além disso, também contou a percepção dos jogadores do Palmeiras de se aproveitarem do momento e acelerarem a jogada que tirou a perigosa vantagem mínima do placar e colocou a vantagem de dois gols no placar jogando dentro do Allianz Parque.

Para que o torcedor possa visualizar os equívocos causados pelo baixo nível de concentração dos jogadores do Bahia na jogada do escanteio e a agilidade dos atletas palmeirenses, produzi um vídeo em câmera aberta explicando o lance! Nele trago todos os detalhes. Confira!

https://youtu.be/QLLifEt2DXE

Os destaques em sequência:

  1. Seis de sete atletas desconcentrados após a saída da bola para escanteio
  2. Três atletas cometendo erros diferentes no momento da batida do escanteio
  3. Posicionamento desorganizado do sistema defensivo do Bahia durante a jogada
  4. Desatenção com o autor do gol, que vem de fora da grande área para finalizar
  5. Ponto positivo para o palmeirense Antônio Carlos por sua performance no lance

Uma desatenção pode custar três preciosos pontos, uma semana de trabalho e a paciência da diretoria ou do torcedor. O Bahia não fazia um bom jogo, mas o placar de 1 a 0 permite que a equipe se ajuste e consiga igualar o marcado com apenas uma jogada de sucesso. A desatenção cobra o caro preço da ampla desvantagem de dois gols atuando fora de casa. Ponto para o Palmeiras que ao contrário do Bahia estava atuando bem e usou o nível de concentração alto da equipe naquele momento para acelerar uma jogada e praticamente garantir os três pontos logo aos 33 minutos do primeiro tempo.

Tags:
  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.