Em nota, Palmeiras se posiciona contra a volta do Paulistão agora

Em nota, Palmeiras se posiciona contra a volta do Paulistão agora

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Se depender da Sociedade Esportiva Palmeiras, a volta do Campeonato Paulista nesse momento está totalmente descartada. Em nota enviada para o jornal Lance!, o clube se posicionou sendo contra a ideia de retornar o campeonato agora. A Federação Paulista de Futebol irá se reunir com os clubes nesta próxima quarta-feira, 15, onde será discutido um possível retorno do Estadual.

A diretoria alviverde quer o aval de autoridades de saúde e segurança para que os jogos voltem, e rechaça principalmente, a ideia de disputar as rodadas finais do torneio no Interior do Estado.

Confira a nota do clube na íntegra:

'O Palmeiras irá disputar todas as competições, honrar com os seus compromissos esportivos e espera poder entrar em campo o mais rapidamente possível. Entretanto, isso apenas ocorrerá quando existir liberação das autoridades de saúde competentes e um ambiente totalmente seguro para os atletas, comissão técnica e demais colaboradores.'

Lembrando que os jogadores do Verdão estão de férias até este próximo dia 20 de abril, e podem ter o recesso até estendido, caso a quarentena siga recomendada pelo governo do Estado.

Galiotte foi um dos presidentes que lideraram o pedido para que o Paulistão fosse interrompido há quase um mês. A visão do mandatário alviverde não mudou, e na cabeça dele e de pessoas próximas não há porquê discutir uma possível volta da competição, enquanto a cidade está totalmente parada e o número de casos e mortes pelo coronavírus só aumentam.

O clube irá participar da reunião de quarta normalmente na FPF, mas já comunica publicamente a sua posição de ser totalmente contra a volta do torneio, e principalmente os jogos no interior.

Apesar da pausa completa no calendário, o Palmeiras pagou o salário de todos atletas e funcionários integralmente durante o mês de março. O clube ainda está estudando maneiras de não sentir o impacto da crise em seus cofres. Os patrocinadores também seguem pagando normalmente e cumprindo os seus contratos vigentes.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!