Especial BR-72 - Mais uma crise de Brandão: Remo 0 x 2 Palmeiras

Especial BR-72 - Mais uma crise de Brandão: Remo 0 x 2 Palmeiras

Mais uma crise contornável criada pelo mestre Oswaldo Brandão... Ele disse ainda em Manaus, depois do empate sem gols contra o Nacional, que Edu não estava mais nos planos dele: “enquanto eu for treinador ele não joga mais”.

Tudo (ou nada...) pela lesão que o ponta sentir com 20 minutos de jogo. “Ele é muito indisciplinado. Pouco profissional”.

O preparador físico Hélio Maffia discordava do treinador. “Foi uma contusão muscular normal a do Edu. Ele não estava sentindo a coxa”.

Jogadores mais uma vez se posicionaram contra o treinador e a favor do companheiro. Desgaste parecido com a crise depois de jogo em Pernambuco. Eles acreditavam que Brandão seria mais uma vez convencido pela diretoria do clube.

Em campo, mesmo com a retranca do time da casa, o Palmeiras fez o dever fora dela ainda no primeiro tempo. Deslocado pela direita no lugar de Edu, e compondo mais o meio, Pio abriu a contagem. Leivinha (destaque da equipe ao lado de Dudu e Ademir) fechou o placar ainda no primeiro tempo.

Na segunda etapa, Ademir cadenciou mais o ritmo. Fedato substituiu Nei e Pio foi na jogar na dele, pela esquerda. Mas o pé palmeirense não foi feliz como antes e o placar (justo) terminou 2 a 0.

O Palmeiras era o terceiro colocado do grupo, ao lado do Cruzeiro, e com um ponto a menos que o Coritiba.

REMO 0 x 2 PALMEIRAS

Campeonato Brasileiro/Primeira Fase
Quarta-feira, 8/novembro (noite)
Estádio: Evandro Almeida
Belém (PA)
Juiz: José Luís Barreto (RS)
Renda: Cr$ 125 288
Público: 15 600
PALMEIRAS: Leão, Eurico, Luís Pereira, Alfredo e Zeca; Dudu e Ademir da Guia; Pio, Madurga, Leivinha e Nei (Fedato)
Técnico: Oswaldo Brandão
Gols: Pio 28 e Leivinha 41 do 1º

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.