Especial Libertadores-99: Conmebol, CBF e Traffic tiravam campeão da Libertadores-99 do Mundial de 2000

Especial Libertadores-99: Conmebol, CBF e Traffic tiravam campeão da Libertadores-99 do Mundial de 2000

O Palmeiras ficou sabendo que, se vencesse o Deportivo Cali, não disputaria o primeiro Mundial de Clubes, em janeiro de 2000, no Brasil. A Conmebol, com a chancela da CBF, e também da Traffic, organizadora do torneio, havia indicado o campeão da Libertadores de 1998 como representante sul-americano: o Vasco. Até para viabilizar financeiramente os jogos no Rio.

Oficialmente, o Palmeiras não gostou. Na prática, nada fez.

Na antevéspera da finalíssima da Libertadores, o técnico da Seleção Wanderley Luxemburgo convocou o grupo para a Copa América, no Paraguai. Mesmo finalista, o Palmeiras só tinha César Sampaio entre os convocados.

O elenco ficou concentrado em Barueri, no Sportville. A torcida, no Palestra para comprar os 32 mil ingressos esgotados nas bilheterias às17h49 da segunda-feira.

As filas começaram 22h de domingo. Logo depois da derrota para o Corinthians, no primeiro jogo da semifinal do SP-99. Quando nem 20% dos presentes eram palmeirenses.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.