Mais dois presentes da cogestora Parmalat para o Palmeiras: o retorno do volante César Sampaio ao clube que deixou em dezembro de 1994 para jogar no Yokohama Flugels, e a contratação de Rivarola, 33, campeoníssimo pelo Grêmio com Felipão.

Sampaio tinha sido bicampeão brasileiro e paulista em 1993-94, além de campeão do Rio-São Paulo na primeira passagem pelo clube, entre 1991 e 1994. Titular da Seleção na Copa de 1998, ainda jogava o fino. Não necessariamente o caso do paraguaio Rivarola, que vinha como opção de banco.

O Palmeiras recontratava o capitão de 12 de junho de 1993. O homem que ergueria a Libertadores.

Comente

comentários