Especial Libertadores-99: pelo alto e avante! Cerro Porteño 2 x 5 Palmeiras, em 03/03/1999

Especial Libertadores-99: pelo alto e avante! Cerro Porteño 2 x 5 Palmeiras, em 03/03/1999

https://youtu.be/PRUBssHrIRA

Quatro gols de cabeça e os primeiros gols dos atacantes palmeirenses em 9 jogos oficiais em 1999. Uma baita estreia internacional na segunda rodada da Libertadores. Em Assunção, Cerro 2 x 5 Palmeiras. Verdão 100% na semana duríssima: 1 x 0 no Morumbi, contra o Corinthians, no sábado, na primeira rodada da Libertadores; goleada na quarta-feira contra o Cerro; e, na sexta-feira, tinha Olimpia, novamente no Paraguai.

O Palmeiras começou melhor e quase fez de cabeça, com Evair, no primeiro ataque. Mas, aos 14, Fernández tropeçou depois de passar por Júnior Baiano e o árbitro chileno Mario Sánchez marcou o pênalti inexistente que Alvarenga converteu.

O time de Felipão era cascudo e curtido e não sentiu. Arce quase fez gol olímpico aos 24, mandando a bola na trave. Aos 40, o empate justo que merecia ser o gol da vantagem não fosse o pênalti mal marcado: mais uma vez Júnior avançou bem pela esquerda e cruzou no segundo pau. Júnior Baiano se atirou de peixinho e, quase sem ângulo, empatou e cabeça. 1 a 1.

A virada mais do que justa veio no segundo tempo em que o Palmeiras estava ainda melhor. Cléber de cabeça, aos 7, escorando escanteio de Júnior. O terceiro veio em bela cabeçada de Evair, encobrindo o goleiro depois de boa jogada de Alex, aos 22. A goleada pintou aos 25, quando Júnior Baiano nem precisou subir de cabeça para fazer o quarto, depois de escanteio de Arce.

Se a cabeça estava tinindo na frente, lá atrás o Palmeiras bateu cabeça e deixou Jorge Campos subir livre para diminuir, aos 31.

O time resolveu administrar a ótima vantagem e mesmo assim fez o quinto gol, aos 44, em trama muito bonita, concluída pelo Oséas.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.