O ranking de clubes do jornal FOLHA DE S.PAULO destacava que o Palmeiras nem precisaria ganhar a Libertadores que conquistaria em 1999 para ser considerado o maior vencedor do século XX. (Como terminaria o século nessa condição. E não apenas pelos critérios do jornal. Também nos rankings do concorrente O ESTADO DE S.PAULO, revista PLACAR, e nas contas da Federação Paulista de Futebol. E isso antes da unificação dos títulos brasileiros em 2010, quando Robertão e Taça Brasil foram equiparados ao Brasileirão desde 1971).

O Corinthians apresentou proposta absurda para a CBF. Queria o treinador da Seleção Wanderley Luxemburgo para os jogos do clube na Libertadores. Ele já havia se dividido entre o clube e a entidade no segundo semestre de 1998. O acordo era que em 1999 fosse exclusivo da CBF. O clube ainda pretendia reverter a decisão conjunta.

Naquele 9 de janeiro de 1999 a Parmalat pretendia anunciar em até 48 horas a contratação do atacante Paulo Rink, do Bayer Leverkusen, para reeditar a dupla que fizera com Oséas no Atlético Paranaense.

Deixe um Comentário