Luiz Felipe Scolari e o preparador físico Paulo Paixão foram campeoníssimos pelo Grêmio, entre 1993-96. Eliminaram o Palmeiras em três competições no período. Também por isso foram contratados pela Parmalat, em junho de 1997.

Com eles vieram o lateral-direito Arce e o atacante Paulo Nunes, a partir de 1998. O meia Arilson não ficou em 1998. Mais ex-tricolores estavam na mira para a dura jornada de 1999. O centroavante Jardel era um delírio (seria artilheiro europeu pelo Porto, ao final daquele ano). O zagueiro-direito Rivarola (FOTO) do Grêmio era mais viável. E deveria chegar. Como poderiam Paulo Rink (Bayer Leverkusen) e o volante César Sampaio (Yokohama Flugels, que jogara Palmeiras entre 1991-94).

Deixe um Comentário

Artigo anteriorO ídolo errado
Próximo artigoPalmeiras x Santo André: Informações sobre venda de ingressos para a estreia no Paulistão
Mauro Beting
Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV. Curador do Museu da Seleção Brasileira, um dos curadores do Museu Pelé. Trabalhou nos jornais Folha da Tarde, Agora S.Paulo e Lance!, nas rádios Gazeta, Trianon e Bandeirantes, nas TVs Gazeta, Sportv, Band, PSN, Cultura, Record, Bandsports, Foxsports, nos portais PSN, Americaonline e Yahoo!, e colaborou nas revistas Placar, Trivela e Fut! Lance. Está na imprensa esportiva há 27 anos por ser torcedor há 50. Torce por um jornalismo sério, mas corneta o jornalista que se leva muito a sério.