Especial Robertão-69: a melhor atuação, Palmeiras 4 x 1 Grêmio.

Especial Robertão-69: a melhor atuação, Palmeiras 4 x 1 Grêmio.

Ademir da Guia chegou atrasado do Rio de Janeiro e perdeu o treino. Rubens Minelli não viu problema algum. “Ele está jogando muito bem e também está muito magro. Bom um descanso”.

Melhor ainda quando foi pra valer a campo. Foi a melhor partida dele e do Palmeiras no Robertão-69. A segunda ótima atuação alviverde.

Para a FOLHA DE S.PAULO, “Ademir regeu o Palmeiras”. O primeiro tempo foi brilhante. Era pra ser mais do que os 2 a 0 contra o Grêmio do ex-ídolo Tupãzinho. Aos 10 minutos, o Divino na ginga se livrou de Tupã e Everaldo e meteu na cabeça de César. Aos 19, Ademir passou por dois antes de tocar pra Edu cruzar para outro gol de César.

Na segunda etapa, aos 5, mais um lance em cima de atuação lamentável de Everaldo (titular do Brasil na Copa-70), 3 a 0 Palmeiras. Três gols de César. Sempre encapetado contra o Grêmio. Como na conquista do Robertão-67. Edu fez o quarto driblando Everaldo como quis, aos 23.

Flecha, que chegaria à Seleção em 1976, fez de falta o único gol gaúcho. Um show palmeirense. Mais uma ótima atuação. Ademir, Eurico e Baldochi foram os melhores.

No vestiário, César chorou ao lembrar das dificuldades que teve naqueles tempos. Quando Artime chegou ele foi relegado. Quase foi negociado com o Botafogo. Mas o diretor José Giménez López e o treinador Rubens Minelli pediram que ficasse.

“Seu Giménez insistiu para que eu não fosse embora. Ele disse que seremos campeões do Robertão”.

À época era um delírio. Depois dos 4 a 1, uma possibilidade. Até porque só o Cruzeiro naquele momento estava jogando tanto quanto. Nem o Corinthians que tinha a melhor campanha estava tão bem.

Para Minelli, era preciso manter agora a cabeça no lugar e os pés no chão. “Não nos desesperamos quando parecia impossível a classificação para o quadrangular final. Agora precisamos nos manter humildes para chegar lá. Não tinha nada perdido. E agora não tem nada ganho”.

O treinador queria uma opção de reserva para César. Cardoso era mais técnico. Madureira jogava mais atrás.

Pio equilibrara taticamente a equipe, recuando pela esquerda para armar quase um 4-4-2. Serginho enfim voltara para o setor depois de lesão. Mas agora era opção.

PALMEIRAS 4 X 1 GRÊMIO
Torneio Roberto Gomes Pedrosa - 1ª fase
Sábado, 22/novembro (tarde)
Juiz: Arnaldo César Coelho
Renda: NCr$ 56 956
Público: não disponível
PALMEIRAS: Leão; Eurico, Baldochi, Nelson e Zeca; Dudu, Jaime (Cardoso) e Ademir da Guia; Edu, César e Pio (Serginho)
Técnico: Rubens Minelli
Gols: César 10 e César 19 do 1º; César 5, Edu 23 e Flecha 34 do 2º

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.