Especial Robertão-69: três jogos, três derrotas, Palmeiras 0 x 1 Cruzeiro

Especial Robertão-69: três jogos, três derrotas, Palmeiras 0 x 1 Cruzeiro

https://youtu.be/9txc6UUBAgg

  • Não tenho medo desses corneteiros que seguem querendo a minha cabeça. Preciso continuar trabalhando firme para tirar o time dessa situação desconfortável.

Rubens Minelli estava "prestigiado" pelo diretor José Giménez López. Mas apenas por ele. O Palmeiras não se acertava depois da vitoriosa excursão pela África e Europa. 50 anos depois, aos 90, o treinador explica: "fomos pegos de surpresa. Nosso planejamento foi por água abaixo. O Robertão começou duas semanas antes do previsto inicialmente pela CBD. Havíamos nos planejado para treinar por 15 dias depois da excursão. A equipe sentiu muito a falta desse período de treinos".

O elenco chegou desgastado e perdeu os três jogos iniciais do Robertão-69. Este, em casa, foi o mais dolorido. Até porque o Palmeiras não jogou mal. Criou boas chances contra o ótimo time mineiro. Mas mesmo assim perdeu.

No primeiro tempo, o domínio foi paulista. Dudu e Ademir jogaram bem e não deram espaços para os craques celestes Dirceu Lopes e Tostão. Mas a pontaria seguia fora de forma. Na segunda etapa, o Palmeiras dominava e Minelli apostou no ponta Edu (que acabara de chegar da Portuguesa) no lugar de Serginho, aberto pela esquerda. A torcida vaiou a alteração. Copeu estava pior e muito recudo pelo lado direito. O Verdão foi perdendo a força e se complicou de vez aos 40, quando Minuca se atrapalhou ao tentar dominar uma bola para Leão e Tostão foi mais esperto e fez o gol da vitória mineira.

A torcida vaiou o time e Minelli ao final do jogo. Uma garrafa foi atirada em direção aos atletas que desciam para o vestiário. Apenas Edu pareceu poupado, por ter estreado bem no seu primeiro jogo em casa - mesmo com a cobrança inicial. Baldochi foi o melhor palmeirense em campo.

Nas entrevistas, Minelli disse que a equipe atuou "bem" mesmo perdendo o terceiro jogo seguido e prometeu: "vamos buscar a classificação para o quadrangular final". O Palmeiras era o lanterna do Robertão.

No dia seguinte, o zagueiro Minuca pediu para ficar fora da equipe por 10 dias para se recondicionar. O treinador probiu os atletas de lerem jornais e programas esportivos de rádio e televisão na concentração. Os jornalistas também estariam proibidos de frequentá-la. Minelli explica hoje:

"Na terceira derrota, a torcida se virou contra o time e a imprensa se aproveitou... Então conversei com os jogadores e vi que eles estavam se atrapalhando nas respostas por conta de perguntas capciosa..."

PALMEIRAS 0 X 1 CRUZEIRO
Torneio Roberto Gomes Pedrosa - 1ª fase
Quarta-feira, 17/setembro (noite)
Palestra Italia
Árbitro: Armando Marques
Renda: NCr$ 92 510
Renda: 15.954
PALMEIRAS: Leão; Eurico, Baldochi, Minuca e Dé; Dudu, Jaime (Zé Carlos) e Ademir da Guia; Copeu, César Maluco e Serginho (Edu Bala)
Técnico: Rubens Minelli
Gol: Tostão, 40 do 2º tempo.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.