Este texto vai pro lixo se os sintomas não persistirem

Este texto vai pro lixo se os sintomas não persistirem

Eu só posso aplaudir uma equipe que perdeu por estupidez seu cabeça de área descabeçado aos 3 minutos e aguentou até os 56 minutos do segundo tempo um rival que precisava de apenas um gol (e de uns 11 jogadores melhores, também) e só venceu o jogo num cruzamento errado que virou gol esquisito.

Só posso aplaudir uma torcida que desde os 20 do segundo tempo ganhou no grito o jogo que poderia ter perdido a classificação pela troca de sopapo que é só papo de garra que não é guerra.

Só posso aplaudir Felipe (Scolari) por acertar o 4-4-1 que travou o fraco Cerro que pouco acertou depois de mais um erro de Felipe (Melo).

Só posso aplaudir o espírito de luta de um time que briga a boa luta.

Só posso enaltecer o time cada vez mais felipônico e copeiro no que há de melhor para superar o que há de bravata que mela e não de bravura que vence.

Só posso esperar punições exemplares da Conmebol e também do Palmeiras. Mas no caso do clube antes ouvindo os atletas que gostam dele. Para manter o equilíbrio do grupo às vezes é preciso ser desigual com os desequilíbrios. Para ainda o ajudar a não bombar na matéria como ele quase implode o Palmeiras e explode a perna alheia.

Paro por aqui antes de também perder de vez a compostura e falar e fazer mais ações impensadas. Em respeito a quem perdeu o próprio e o nosso na entrada que quase nos levou à saída, e em nome da minha e da vossa saúde, a persistir os sintomas um médio-volante deve ser consultado.

(Este texto será enviado à lixeira depois do pedido de desculpas ao elenco, comissão técnica, diretoria e palmeirenses)

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.