Eterno é o Palmeiras, não o conselheiro

Eterno é o Palmeiras, não o conselheiro

Conselho Deliberativo do Palmeiras: sabe quem é eterno? Quem é Divino. Quem é Junqueira. Quem é Fiúme. Oberdan. Dudu. Marcão.
Estátuas eternas de nossas almas
ternas. Não estatutos jogados pro alto e pra baixo dos tapetes e pra dentro das gavetas.

Pra sempre é pra quem é Palmeiras de coração, não de carteirinha. Se Conselho fosse bom, diz o ditado, ele era vendido. Mas parece que... Os que querem se perpetuar, que querem ser pra sempre, os que são vitalícios, são mesmo vivos demais. Querem morrer vitalícios. Cheios de vida só no conselho dos anciãos. Cheios da vida enchendo aa cadeiras de senadores romanos. Aqueles que vieram de baixo e deram as costas pra quem também veio. Aqueles que gostam mais do clube que do futebol. Gostam mais do cargo que dos encargos. Gostam mais do poder do que fazer. Gostam mais de ficar do que fazer. Gostam mais deles do que da gente. Gostam mais de mandar do que debater. Gastam mais do que gostam.

O Palmeiras precisa dizer NÃO a mais conselheiros vitalícios. Pra sempre só o Palmeiras. Eternas só as lendas.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.