ETs e dinossauros protestam contra Borja

ETs e dinossauros protestam contra Borja

Por volta dos 40 minutos do segundo tempo, em um ataque do Coritiba com finalização para fora, Borja, do outro lado do campo, coloca as mãos na cintura. Ele tinha acabado de entrar. Dava seus primeiros passos em campo e já repetia o gesto que faz sempre em quase todos os lances das partidas que participa: coloca as mãos na cintura. Como sinal de cansaço sem sequer ter cansado, Borja descansou os braços em apoio com o corpo outra vez. E assim repete, repete, repete. Persevera e insiste.


Já é 2896, os ETs invadem a terra e Borja segue com as mãos na cintura. Eles só não dominam o Brasil porque José Sarney Tatatatataraneto é irredutível e não deixa o cargo de presidente do país. Quem ajudou no último golpe, em 2895, jamais se renderia aos efeitos alienígenas e transformações invisíveis dos seres estranhos. Não há bomba sobrenatural que faça o governo mudar. Ou Borja, fadigado, tirar as mãos da cintura. Chove meteoritos e a cena é a mesma: Borja está lá, corpo esticado, cara triste e mãos na cintura.


O gemidão do Whatsapp saiu de moda. Ninguém assiste ao Chaves. Calça jeans caiu em desuso. William Bonner passou a encerrar o Jornal Nacional sem dar boa noite (é careta desejar bom dia, boa tarde ou boa noite em 2896). A Bavaria superou as famosas marcas alemãs e belgas e se tornou a cerveja mais gostosa do mundo. O McDonald’s é recomendado pelos mais conceituados nutricionistas buscando o emagrecimento de seus pacientes. E, diante disso, vendo tudo acontecer e com a camisa do Palmeiras no corpo, Borja continua com as mãos na cintura.


O PMDB saiu do governo (tá, nessa acho que exagerei). Borja está com as mãos na cintura. O Brasil ganhou a final da Copa do Mundo contra a Alemanha. Borja está com as mãos na cintura. E foi por sete a um. Borja segue com as mãos na cintura. Egídio acertou um passe. Borja com as mãos na cintura. Você finalmente saiu com aquele amigo que sempre marca pra semana que vem. E lá está Borja, com as mãos na cintura e no banco de reservas.


É 2896 e sua dieta começa na segunda-feira. Você promete que nunca mais vai beber. A água do mundo acabou, mas inventaram outro liquido que preenche a necessidade humana: mijovski. Mijovski foi feito na Rússia e, apesar de não cheirar muito bem, fica ainda pior com álcool. Obviamente que álcool com outra fórmula. Nem ele (que pode acusar no doping) faz Borja tirar as mãos irredutíveis da cintura.


Baratas e pernilongos já não existem mais. Os dinossauros voltaram e ameaçam, ao lado dos ETs, dominarem de vez o mundo. Os dinossauros e os ETs palmeirenses reclamam a mesma coisa: querem que Borja tire as mãos da cintura.


E, com as mãos na cintura, protestam na porta do CT.

  • Guilherme Cimatti

    Guilherme Cimatti

    Guilherme Cimatti é repórter da equipe esportiva da Rádio Bandeirantes de São Paulo. Já passou por BandNews FM, Estadão, Globo e CBN. Sempre trabalhou em rádios, mas tem uma queda por crônica.