Felipão entende do negócio. Por isso mesmo...

Felipão entende do negócio. Por isso mesmo...

“Não sou economista, já falei que não entendo de economia”, disse o presidente do Brasil. Se não é o melhor dos mundos e do país um líder desconhecer o básico para o cargo que ocupq, ao menos é elogiável a atitude de assumir a ignorância.

A humildade é essencial no exercício de qualquer ofício, do exército à academia. O líder não fica mais frágil se assume suas limitações. Ele apenas abre o jogo para comandados que eles precisam dar um pé, a mão e o que for possível para botar o time em campo com mais eficiência e categoria.

Felipão é um paizão. Baita líder. Mas está com um humor daqueles. E quando pode usar esses dias de bico para ajeitar as coisas, tem abusado de levantar a bola quando precisa a baixar de sua tropa e trupe.

Não é cortar cabeças. É não passar a mãe sobre elas.

Inclusive a própria.

Felipão não apenas pode mas deve cobrar mais o próprio time. Exigir mais bola desse elenco.

E também dele mesmo.

Até porque ele conhece muito desse negócio. Não é um qualquer que chegou com cacife para ser cacique e não tem a menor ideia do que fazer com seu tacape.

Felipão sabe. E por isso pode cobrar e ser cobrado por isso.

  • Mauro Beting

    Mauro Beting

    Mauro Beting é comentarista do Esporte Interativo e da rádio Jovem Pan, blogueiro do UOL, comentarista do videogame PES desde 2010. Escreveu 16 livros, e dirigiu três documentários para cinema e TV.