Felipão tem quase 50% de aproveitamento em estreias

Felipão tem quase 50% de aproveitamento em estreias

Rodrigo Fragoso/ Foto: Apresentação Luiz Felipe Scolari

Neste domingo, será a 30ª estreia de Luiz Felipe Scolari na carreira, entre clubes e seleções. E a 3ª pelo Palmeiras contando as passagens de 1997 e 2010. Uma vitória nos anos 90 e outra derrota já neste século. Além disso, mais uma vez, Scolari fará seu jogo inicial na equipe palmeirense longe da casa palestrina. Aproveitamento de Felipão é de 49,2% (10V, 4E, 9D), entre os jogos analisados.

O novo técnico alviverde já passou por oito culturas diferentes. Começou pelo Brasil, que exceto Distrito Federal e o Norte, do país, nunca tiveram uma equipe dirigida por Scolari. Também passou na Ásia, por Japão e China, indo para Kuwait, Arábia Saudita e Uzbequistão. Portugal e Inglaterra igualmente tiveram serviços prestados.

Em 2017, o Felipão, pela 7ª vez na carreira, chegou a dois anos em um mesmo clube. Os outros clubes foram Al Shabab, da Arábia (1984/85), Al Qadsia, do Kuwait (1988/90), Grêmio (1993/96), Palmeiras (1997/00 e 2010/12), Portugal (2003/08) e Guangzhou Evergrande (2015/17).

Na estrada de treinador há 36 anos, Felipão coleciona 15 títulos e um vice-campeonato europeu em 2004. Quatro Copas do Brasil, duas Libertadores da América, dois campeonatos chineses, duas Super Copa da China, uma Copa do Mundo, um Campeonato Brasileiro, uma Copa da China, uma Liga dos Campeões da Ásia e uma Copa das Confederações.

As pesquisas realizadas no sul do país, nos anos 80, exceto 1987, foram com auxílio do historiador Izan Muller da Silva.

Veja estreias jogo a jogo:

1982 – (CSA) - 17 de janeiro
A primeira experiência após se aposentar foi em Alagoas pelo time que fez sua última partida como profissional, o CSA. E Luiz Felipe Scolari estreou derrotado em casa por 2 a 1, para o Sport. O jogo era válido pela 1ª rodada do Brasileirão.

1983 – (Juventude) – 25 de fevereiro
O jogo de estreia pelo Juventude foi o Internacional, mas não aquele que faz o tradicional clássico ‘Juvenal’, e, sim, o de Lajes, e terminou 2 a 2.

1983 – (Brasil de Pelotas) – 14 de maio
Quase três meses depois de treinar o Juventude, Felipão, estreava pela equipe do Brasil de Pelotas contra o Aimoré e vencia por 2 a 1, no estádio Bento de Freitas.

*1984 – (Al-Shabab) -

1986 - (CSA) – 22 de março
Luiz Felipe Scolari, à época, estreou no decorrer do campeonato estadual. O adversário foi o São Domingos, e venceu por 2 a 0. Sua passagem durou 10 partidas. Saiu do clube após derrota para o rival CRB.

1986 – (Pelotas) - 4 de fevereiro
O tradicional Pelotas, nesse ano, começava treinado pelo futuro campeão mundial 16 anos depois. A estreia foi contra o Rio Grande, no estádio Boca do Lobo com vitória por 1 a 0.

1986 – (Juventude) – 31 de agosto
Três anos depois de deixar Caxias do Sul e rumar para Pelotas, dessa vez, Luiz Felipe Scolari fazia o inverso. E o treinador acabou empatando no seu 1º jogo ao retornar para o Juventude em 1 a 1, contra o Pradence.

1987 – (Grêmio) - 3 de junho
O até então Luiz Felipe, ex-zagueiro, bom no jogo aéreo e muita força física, assumia o maior time da sua curta carreira. Depois de um sufoco, o Grêmio venceu o Inter de Santa Maria, por 1 a 0, no Olímpico.

1988 – (Goiás) - 7 de fevereiro
Há 30 anos Scolari iniciava sua passagem curta pelo esmeraldino derrotado pelo Novohorizontino por 1 a 0. O lado marcante foi lançar o até então desconhecido, Túlio Maravilha, nos profissionais do Goiás naquele ano. A partir daí, sabemos o que se tornou o centroavante.

1990 – (Kuwait) - 11 de fevereiro
O técnico Luiz Felipe Scolari tinha a primeira experiência como treinador de uma seleção nacional, após passagem pelo ‘Mundo Árabe’. A estreia terminou por 1 a 1, contra a Polônia.

1990 – (Coritiba) - 23 de setembro
Felipão estreou nos paranaenses contra o Juventude, o segundo clube que dirigiu na carreira como técnico, ainda nos anos 80, e perdeu por 2 a 0 no estádio Couto Pereira.

*1990 – (Qadsia SC)

*1991 – (Al-Ahli Jeddah)

1991 – (Criciúma) - 30 de maio
A estreia foi na Copa do Brasil de 1991, a qual se consagraria campeão pelo clube contra o Grêmio, com dois empates. O primeiro jogo terminou 1 a 1. A partir dali seria reconhecido como Luiz Felipe Scolari, o Felipão, e não mais como Luiz Felipe.

*1992 (Qadsia SC)-

1993 – (Grêmio) - 4 de setembro
Felipão estreou com vitória de virada no Olímpico contra o Fluminense, por 3 a 2 ao som de vaias no começo e terminando com gritos de olé no fim. Aos 44 anos chegava aos gremistas em outro patamar na carreira. Sairia maior.

1997 – (Jubilo Iwata) – 12 de abril
Scolari fazia sua primeira experiência asiática treinando os japoneses. A estreia foi uma vitória sobre o Sanfrecce Hiroshima, por 2 a 1, em casa no Yamaha Stadium.

1997 – (Palmeiras) - 22 de junho
A primeira passagem pelo Palmeiras de Luiz Felipe Scolari começou em Caldas Novas, em Goiânia, em um amistoso contra o Caldas, e venceu por 2 a 0.

2000 – (Cruzeiro) - 30 de julho
O Felipão foi contratado após o título da Copa do Brasil vencido em cima do São Paulo, nos acréscimos, com o Marco Aurélio de treinador. Porém, acabou derrotado por 2 a 0, para o Atlético - PR, no Mineirão, na 1ª rodada do nacional.

2001 – (Brasil) - 1º de julho
Felipão perdeu na sua estreia na seleção brasileira para o Uruguai no estádio Centenário por 1 a 0. Magallanes anotou de pênalti sofrido por Recoba.

2003 – (Portugal) - 12 de fevereiro
Scolari iria para sua 3ª experiência como selecionador nacional. A primeira e única europeia. E jogo de estreia foi um amistoso contra a Itália e perdeu por 1 a 0, atuando em Gênova, na casa dos mandantes.

2008 – (Chelsea) - 17 de agosto
O Felipão estreou no Chelsea contra o Portsmouth na Premier League e venceu facilmente por 4 a 0. O apelido 'Big Phil' surgiu durante essa passagem na terra da rainha.

2009 – (Bunyodkor) - 23 de setembro
Luiz Felipe Scolari estreou pelo time na Liga dos Campeões da Ásia durante as quartas de final, em Tashkent. O Bunyodkor ganhou por 3 a 1, do Pohang Steelers, da Coreia do Sul.

2010 – (Palmeiras) - 18 de julho
O Palmeiras naquele dia estreava Felipão para dar um salto de qualidade e brigar por títulos, mas acabou derrotado por 4 a 2 para o Avaí, na Ressacada, mesmo tendo um jogador a mais em campo na maior parte do jogo.

2013 – (Brasil) - 6 de fevereiro
Felipão retornava para a Seleção brasileira, após a passagem que garantiu o último título mundial para o Brasil, em 2002, contra a Alemanha. Mal sabia ele que a vingança alemã viria com muitos juros 12 anos mais tarde. A reestreia foi contra a Inglaterra, em Wembley, e o resultado foi de 2 a 1 para os mandantes que comemoravam os 150 anos da federação inglesa.

2014 – (Grêmio) - 10 de agosto
O técnico voltava para Porto Alegre em busca de retomar a carreira que tinha sofrido um baque durante o Mundial de 2014. E a estreia não foi dos sonhos. Uma derrota no ‘Gre-Nal’ 402, por 2 a 0, no Beira-Rio.

2015 – (Guangzhou Evergrande) - 22 de fevereiro
Felipão, depois de deixar o Brasil, ficou em período sabático até assinar com os chineses. A estreia aconteceu na Super Liga chinesa conquistando uma vitória, por 2 a 1, contra o Shandong Luneng, fora de casa, pela 1ª rodada do campeonato nacional.

Não há registro sobre as estreias de Luiz Felipe Scolari durante sua passagem pela Arábia Saudita e Kuwait. A informação foi solicitada à assessoria de imprensa do treinador desde quinta-feira (2), às 18h, mas, até o fechamento da reportagem, não houve resposta.

  • Alysson Rodrigues

    Alysson Rodrigues

    Frustrado por não ser atleta por algo que sou apaixonado viro jornalista para unir essas paixões: leituras futebolísticas e Palmeiras.