Felipe Melo volta à Arena Condá, local de seu "divisor de águas" no Palmeiras

Felipe Melo volta à Arena Condá, local de seu "divisor de águas" no Palmeiras

Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

No próximo domingo, às 19h, o Palmeiras enfrentará a Chapecoense buscando se manter na liderança do Campeonato Brasileiro. Este jogo, importante assim como os demais 37 da competição, tem um gosto especial para Felipe Melo. O volante volta ao campo em que começou a "virar a chave" em sua passagem pelo Verdão.

Expulso com três minutos contra o Cerro Porteño no jogo de volta das oitavas da Libertadores 2018, Felipe Melo via seu futuro no Alviverde incerto.Ele não tinha alternativa a não ser corresponder imediatamente, e foi na Arena Condá que tudo começou a mudar.

Contra a Chapecoense pelo returno do Brasileirão, Felipe fez um grande jogo. Titular, deu assistência para Hyoran abrir o placar na vitória por 2 a 1.

De lá para cá, o volante mudou seu comportamento. Menos polêmico e mais centrado no jogo, voltou a marcar gols, algo que não vinha fazendo, sendo alguns muito importantes.

Contra o Bahia na Arena Fonte Nova, o Palmeiras colocou a sua invencibilidade no Brasileirão, que dura até hoje, à prova. O Tricolor Baiano abriu o placar no primeiro tempo, mas Melo deixou tudo igual já na reta final da partida e garantiu o empate por 1 a 1.

Em 113 jogos que já fez com a camisa do Palmeiras, Felipe Melo marcou sete gols. Deste total, dois foram antes da expulsão contra o Cerro (contra Mirassol e Ponte Preta), e cinco deles depois (contra Cruzeiro, Bahia, Fluminense, Novorizontino e Melgar).
felipemelogol
*Felipe Melo comemora seu gol contra o Melgar ao lado de Antônio Carlos. Créditos: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação
*
Em entrevista ao programa "Bem, Amigos", do Sportv, Felipe relembrou a expulsão e afirmou que ali foi um divisor de águas:

"Foi a (expulsão) mais dolorosa da minha carreira. Foi muito doloroso para mim esse cartão, chorava bastante no vestiário. Dois dias depois, o Felipão me chama na sala dele, e ali eu chorei abraçado com ele. Ele chorou comigo naquele momento. Não posso fazer um cara desse ficar triste."

Além de gols, ele também mudou sua postura. Continuou um líder em campo e ficou mais calmo. Não foi mais expulso e seguiu com um bom número de desarmes. Até o momento, foram 12 no Brasileirão em cinco jogos, de acordo com o Footstats, site especializado em estatísticas do futebol.

Suspensão cumprida:

Havia a dúvida se Felipe Melo poderia jogar já que o jogo contra o Botafogo em que ele cumpriu uma suspensão automática foi anulado. O Nosso Palestra apurou com a CBF que o volante poderá entrar em campo e que terá de cumprir a suspensão novamente caso a partida contra os cariocas seja, de fato, anulada.

  • Mohamed Nassif

    Mohamed Nassif

    Jornalista formado em 2016 pela FIAM-FAAM. Teve passagens pela TV Bandeirantes e pelo portal Torcedores.com