Gustavo Scarpa carrega aquilo que tem faltado ao Palmeiras: vontade de jogar pelo meio

Gustavo Scarpa carrega aquilo que tem faltado ao Palmeiras: vontade de jogar pelo meio

Foto: Cesar Greco/Ag.Palmeiras

"Gustavo Scarpa fez aquilo que um meia tem que fazer". Esse é um trecho de uma das últimas respostas que o técnico Luiz Felipe Scolari deu na coletiva palmeirense após a vitória por 2 a 0 sobre o Bragantino. E ele tem razão: Gustavo Scarpa quis jogar pelo meio e com o meio. O Palmeiras não abusou das jogadas pelas pontas e deixou a defesa do Bragantino sem entender por onde a bola poderia entrar na sua linha defensiva. E é justamente esse tipo de alternativa que quebra retrancas. E é isso que tem faltado ao Palmeiras.

Na partida contra o Corinthians, o Palmeiras cansou de lançar bolas na área. Muitas delas, aliás, entrariam se não fosse a pontaria ruim do time alviverde naquela tarde. Porém, ao fim da partida, Felipão e seus comandados foram criticados pela ausência de criatividade, justificada, pelos atletas do Palmeiras, pelas congestionadas linhas defensivas alvinegras. Nessa partida, Scarpa entrou faltando 19 minutos para o fim do segundo tempo, enquanto contra o Bragantino foi titular. Para que fique mais claro quanto Scarpa insistiu em jogar pelo meio e quanto as tentativas foram boas, produzi um vídeo com analisando lances que você pode conferir aqui!

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.