Gustavo Scarpa cumpre prazo estipulado pelo Palmeiras, está em transição física e pode voltar em duas semanas

Gustavo Scarpa cumpre prazo estipulado pelo Palmeiras, está em transição física e pode voltar em duas semanas

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

No dia 12 de agosto, no confronto entre Palmeiras e Vasco da Gama, o meia Gustavo Scarpa sofreu um trauma que gerou lesão rara no futebol. No lance, ocorreu o desprendimento do tecido de gordura do coxim do calcâneo (calcanhar) e a formação de um tecido de sangue nesse vazio entre um tecido e outro. Foi preciso, portanto, esperar a absorção do hematoma que, pela evolução inicial, duraria entre quatro e seis semanas. Como previu o Núcleo de Saúde e Perfomance, essa absorção aconteceu em seis semanas e mais alguns dias. Todo processo documentado por exame de imagem.

A transição física já foi iniciada no final de semana passado e teve sequência nessa terça-feira. Esse processo exige um cuidado maior do que o habitual para que não haja involução na recuperação do atleta, já que Scarpa passou grande parte de sua recuperação vestindo bota ortopédica, o que naturalmente gera atrofia na musculatura. Dessa forma, os profissionais do NSP alviverde avaliarão diariamente as respostas do tratamento para entender quando ele poderá voltar a atuar. A expectativa é de que o atleta esteja pronto para atuar em duas semanas.

TREINAMENTO NO GRAMADO
Gustavo Scarpa será liberado pelo Núcleo de Saúde e Performance para treinar normalmente no gramado da Academia de Futebol assim que apresentar evolução suficiente para vestir chuteiras. Nesse momento, seu processo de transição física acontece em grande parte no Centro de Excelência da Academia de Futebol trabalhando de tênis em toda a estrutura disponibilizada pelo local. Nessa terça-feira, Scarpa apareceu para realizar uma atividade separada do elenco, de tênis, no campo, porém os jornalistas não puderam acompanhá-la.

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.