(Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

De capitão para capitão. É assim que o especial Heróis do Deca contará o ano de Bruno Henrique, responsável por levantar o troféu de campeão brasileiro no Allianz Parque.

Destaque do Palmeiras na temporada de 2018, o volante se notabilizou pela liderança e gols importantes na caminhada até o título nacional. Capitão de Felipão nas conquistas da Libertadores (1999) e Rio-SP (2000), César Sampaio falou ao NOSSO PALESTRA sobre a importância de Bruno.

"O Bruno Henrique foi, sem dúvida, um dos principais jogadores do Palmeiras durante o ano. Líder e capitão, teve o prazer de levantar o troféu, algo único para um jogador, ainda mais em um clube deste tamanho. Tive esse privilégio e posso dizer que é para poucos. É muito especial", afirmou Sampaio, antes de concluir:

"A temporada que ele fez o credencia para ter uma oportunidade na Seleção Brasileira. O Tite já afirmou que o Bruno estava no radar e depois do desempenho em 2018, especialmente no Campeonato Brasileiro, o coloca como candidato a uma vaga para ser testado", completou.

Foi o primeiro título de Bruno Henrique no Palmeiras e o sexto de Luiz Felipe Scolari no clube. Em quatro deles um volante teve o privilégio de erguer o troféu: César Sampaio, Marcos Assunção (Copa do Brasil-12) e agora Bruno. O meia Zinho (Copa do Brasil-98) e lateral-direito Arce (Mercosul-98) completam a lista.