Heróis do Deca: Tonhão

Heróis do Deca: Tonhão

Foto: César Greco/ Ag. Palmeiras/ Divulgação

Antônio Carlos foi um dos grandes nomes do Palmeiras no primeiro semestre de 2018.

O jovem zagueiro que estava na lista de dispensa da maior organizada do clube em 2017, mesmo sem quase ter atuado naquele ano, se tornou rapidamente um dos pilares do time de Roger Machado.

Com atuações imponentes, principalmente pelo alto, Tonhão se tornou titularíssimo da zaga do Palmeiras.

Muitos o culpam pelo gol corinthiano na final do Paulista, porém não enxergo falha dele.

Contra o Boca na semana seguinte sim, a primeira grande falha de AC que custou o empate dos argentinos no Allianz Parque.

Antônio Carlos ainda falharia mais algumas vezes durante o ano, mas se colocarmos na balança, o 2018 do zagueiro foi altamente positivo.

Ao lado de Edu Dracena, formou uma das melhores zagas da Copa Libertadores, o que fez com que o clube renovasse o seu contrato por mais 5 anos.

A chegada de Gustavo Gómez, e o crescimento de Luan no segundo semestre, apagou um pouco do protagonismo do carioca, formado na base do Fluminense.

Mas a história está escrita. Você é um herói do Deca, Tonhão.

Antônio Carlos tem ao todo 63 jogos pelo Palmeiras e marcou 3 gols, dois em clássicos.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!