Influente e querido pelos meninos: o Lucas Lima além dos jogos

Influente e querido pelos meninos: o Lucas Lima além dos jogos

(Foto: Divulgação / SE Palmeiras)

Completando mais um ano de vida nesta quinta-feira (9), o camisa 20 do Palmeiras carrega consigo histórias de conquista e algumas várias brigas com a torcida palmeirense. Desde quando era rival, atuando pelo Santos, até quando, jogando no alviverde, foi criticado por dias ruins. Discreto diante das câmeras, ele tem papel importante no dia a dia do clube.

Avesso às entrevistas, o criativo é visto como alguém tímido no convívio, mas bastante próximo aos meninos da base alviverde. Considerado como exemplo para alguns dos rapazes, Lucas exerce papel de figura experiente no futebol para dar dicas e ajudar com treinos e todo o processo de subida dos garotos para o profissional, como contaram alguns deles.

Parceiro de Neymar e sua trupe, Lucas também é avaliado pelos mais jovens como alguém que pode dar pistas de como é a vida na Europa, com base no que aprendeu com o amigo astro. Além disso, o meia é um grande nome do futebol nacional, que chegou a ser camisa 10 da Seleção Brasileira em alguns jogos. Por isso, ele se sente à vontade para aconselhar os garotos sobre a vivência em grandes clubes e cidades do Brasil.

A postura do meia nos treinos também é bastante elogiada por seus colegas. Apesar de ser uma figura controversa na época de Santos, Lucas chegou ao Palmeiras com uma postura humilde, que o faz ser visto como alguém 'muito dedicado' e que nunca deu qualquer tipo de trabalho. Até mesmo Fernando Prass, um de seus maiores desafetos quando eram rivais paulistas, o via como um jogador importante, centrado e 'de grupo'.

Lucas Lima foi titular e fez gol na estreia do Palmeiras no Paulistão 2020, quando a equipe alviverde bateu o Ituano por 4 a 0. Vanderlei Luxemburgo dizia gostar do futebol do meia e tinha a ideia aproximá-lo do gol adversário. Contudo, o camisa 20 perdeu espaço com a chegada de Rony: Dudu, que jogava na posição do novo contratado, foi realocado para o meio de campo e Lucas foi para o banco. Agora, com a iminente saída do camisa 7 para o Al-Duhail, do Catar, pode ser que o meia volte ganhar chances na equipe principal do Verdão.

  • João Gabriel

    João Gabriel

    De família italiana e tipicamente alviverde, é de São Manuel, interior do estado. Se formou em Jornalismo pela USC/Bauru e é pós graduado em jornalismo esportivo pelo IPOG/SP.

  • Guilherme Paladino

    Guilherme Paladino

    Palmeirense, estudante de jornalismo na UNESP, com passagem pelo Torcedores e atualmente setorista no Nosso Palestra. Apaixonado por jornalismo e por esportes. "A bola não entra por acaso."