Intensidade na segunda etapa e cruzamentos : o mapa da mina para o Palmeiras diante do Colo-Colo

Intensidade na segunda etapa e cruzamentos : o mapa da mina para o Palmeiras diante do Colo-Colo

Foto: Divulgação/Colo Colo

O Palmeiras encara o Colo-Colo nesta quinta-feira (20) em Santiago, pelo primeiro jogo das quartas de final da Copa Libertadores 2018. O Verdão, que possui 100% de aproveitamento jogando longe de São Paulo na competição, vai em busca de mais um grande resultado para encaminhar a vaga para semifinal da Copa.

Para isso, o time de Luiz Felipe Scolari precisará explorar alguns pontos fracos demonstrados pelos chilenos durante essa temporada. O time da capital chilena possui uma das maiores médias de idade desta Libertadores, com 31 anos e 8 meses de idade.

Apesar de ter um plantel com jogadores experientes e rodados, casos de Valdivia, Barrios e Paredes, o Colo-Colo apresenta uma grande queda física nos momentos finais de suas partidas. Algo que pode ser explorado pelo time do Palmeiras, muito mais jovem e que também possui uma marca de crescer na segunda etapa com Felipão.

Outra curiosidade do Colo Colo é a média de altura dos seus jogadores. A população chilena tem um histórico de ser mais baixa, isso reflete até na seleção nacional de futebol do país. Contra o Corinthians nas oitavas, o time chileno sofreu com a bola aérea em São Paulo. Um fundamento que o time de Scolari pode levar muita vantagem.

No último jogo oficial do Colo-Colo, pelo Chilenão, a equipe sofreu quatro gols do Everton, que luta contra o rebaixamento. Todos os gols se originaram de jogadas pela lateral, envolvendo cruzamento na área. Três deles foram bolas aéreas e apenas um aconteceu via cruzamento rasteiro.

Se pegar os outros dois jogos, mais 3 gols sofridos, dois de bolas cruzadas na área e um de pênalti, para Deportes Iquique e Corinthians, respectivamente.

41668290352_773df12a01_o-1024x623
(Palmeiras já marcou 5 gols com jogadas pelo alto nessa Libertadores. Foto: César Greco/ Ag. Palmeiras)

Outro ponto fraco do Colo-Colo é o lado esquerdo defensivo. Contra o Corinthians, a equipe jogou com um 3-4-3 e sofreu demais para parar Fágner e Pedrinho. O Palmeiras pode explorar a fragilidade de Baeza e Insaurralde na marcação, principalmente com Dudu, jogador mais agudo e habilidoso do ataque alviverde.

Embora o sistema defensivo do Colo-Colo sofra com bolas cruzadas na área, principalmente aéreas, o rendimento ofensivo da equipe ironicamente depende também de bolas cruzadas. São nove gols marcados em seis jogos disputados, contando a partir da primeira partida contra o Corinthians pela Copa Libertadores da América. Seis dos nove tentos aconteceram em jogadas de cruzamentos. Dentre os outros três, aliás, está um gol de cabeça de Issaurralde em bate-rebate na área após chute cruzado que o goleiro da Universidad do Chile espalmou para dentro da área.

Barrios, Paredes e Carmona procuram sempre aparecer no centro da grande área para tentar os cabeceios, enquanto o meia Valdívia fica na sobra para recuperar a bola em um possível corte do sistema defensivo adversário. Dependendo do momento do jogo, o ponta do lado oposto ao cruzamento também sobe para o segundo pau, ampliando o número de opções para quem está realizando o cruzamento. Mas não só de cruzamentos surgem os perigos do Colo-Colo.

CSE3771-1020x608
(Valdívia, velho conhecido palmeirense, é disparado o maior perigo do time chileno. Foto: Divulgação/Colo Colo)

Os chilenos marcaram apenas dois gols desses últimos nove em jogadas construídas pelo chão, porém assustaram os adversário pelo menos uma vez em todas as últimas seis partidas com a experiência de Paredes. Aos 38 anos, Esteban Paredes sabe se posicionar entre as linhas e foi assim que balançou as redes contra o San Luis de Quillota duas vezes. Ele se posiciona entre os zagueiros adversários, mas tanto Carmona quanto Barrios, os assistentes da vez, lançam no ponto futuro para que ele fique cara a cara com o goleiro.

Mais do que tudo. É preciso um pouco de ousadia para o alviverde. Fazer o resultado lá pode ser essencial para a classificação aqui em São Paulo. Não se pode esquecer que o Corinthians perdeu a vaga muito por conta do mal resultado feito em Santiago. Lembrando que o gol fora tem peso 2 na Libertadores.

A provável escalação do Verdão é: Weverton, Mayke, Antônio Carlos, Dracena e Diogo Barbosa; Thiago Santos, Bruno Henrique e Moisés; Dudu, Willian e Borja.

Palmeiras e Colo Colo se enfrentam na quinta-feira a partir das 21h e 45 no Estádio Monumental David Arellano. Será a primeira partida da história do Chile com o VAR. A partir das quartas de final da Libertadores, todos os jogos contarão com o auxílio do árbitro de vídeo.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!

  • Rodrigo Fragoso

    Rodrigo Fragoso

    Formado em Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e especializado em gestão, direito e marketing esportivo pela FIFA/CIES/FGV.