Invictos nas Séries A e C, Sampaio Corrêa e Palmeiras, estreiam nas 8ª da Copa do Brasil

Invictos nas Séries A e C, Sampaio Corrêa e Palmeiras, estreiam nas 8ª da Copa do Brasil

Foto: Site do Palmeiras/Divulgação

O Palmeiras estreia nesta quarta-feira (22), às 19h15, pelas oitavas de final da Copa do Brasil diante do Sampaio Corrêa, em São Luís, do Maranhão, também estreante no torneio, em duelo de times da primeira e terceira divisão, respectivamente, que ainda não perderam nos seus respectivos nacionais.

Bolívia querida, alcunha como é conhecido o Sampaio, já realizou quatro jogos na Série C. Foram dois empates (Botafogo-PB e Santa Cruz) e duas vitórias (Confiança-SE e Globo-RN).

O verdão ostenta uma marca maior ainda em brasileiros. São 28 jogos sem saber o que é um revés depois de 90 minutos e acréscimos. Já são quase 10 meses.

O duelo também colocará o maior campeão nacional, com 13 taças (10 brasileiros e três Copas do Brasil) contra o único time do Nordeste a vencer uma Copa do Nordeste e ter três títulos do brasileirão, em divisões distintas, exceto Série A, campeonato que não disputa desde 1986.

Último jogo de cada clube:

Palmeiras 4 x 0 Santos (Pacaembu)

Santa Cruz 3 x 3 Sampaio Corrêa (Arruda)

Curiosidade

O confronto entre as duas equipes acontecidos em 2014 e 2015 foram vencidos pelo Palmeiras sem dificuldade nas partidas de volta em São Paulo.

Mas o marcante do embate foi nos anos 90. Precisamente em 1992. O então goleiro do Sampaio Corrêa, Juvenal Marinho dos Passos, vulgo 'Juca Baleia' foi o grande destaque pré-jogo pela forma física acima dos 120kg e apenas 1,77cm na meta do time nordestino.

O arqueiro não se incomodou de enfrentar o elenco estrelado do Palmeiras apoiado pela Parmalat. "Quando entramos no Castelão, acharam que o Palmeiras ia golear. Foi uma das melhores partidas que fiz em toda minha carreira", ressaltou Baleia, em entrevista dada ao jornal Lance! em 2014.

Confira a história do atleta:

  • Alysson Rodrigues

    Alysson Rodrigues

    Frustrado por não ser atleta por algo que sou apaixonado viro jornalista para unir essas paixões: leituras futebolísticas e Palmeiras.