Luxa celebra nova estreia pelo Palmeiras e decreta Melo capitão: "Tem que ser exemplo!'

Luxa celebra nova estreia pelo Palmeiras e decreta Melo capitão: "Tem que ser exemplo!'

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Vanderlei Luxemburgo comandou o Palmeiras pela primeira vez nessa sua quinta volta ao clube diante do Atlético Nacional, na noite desta última quarta-feira, 15, pela estreia do Verdão na Florida Cup. Após a vitória suada nos pênaltis, o técnico conversou com a imprensa e respondeu sobre algumas questões.

A primeira pergunta foi sobre a não utilização de Matheus Fernandes e Gustavo Scarpa. Luxemburgo confirmou que o volante está negociado e que Scarpa ainda não:

'O Matheus já foi negociado e o Scarpa está com uma proposta na mão. Eu seria irresponsável de colocá-lo pra jogar. Conversei com ele e retirei ele do coletivo. Caso a negociação não dê certo ele volta pra dentro do processo.', disse Luxa, relembrando uma passagem com Luizão pelo Corinthians, quando escalou o ex-atacante já vendido e o mesmo rompeu os ligamentos do joelho.

Sobre o ótimo aproveitamento do time nas cobranças de pênalti, Vanderlei disse: 'Pênalti é uma coisa que eu não gosto de treinar. É espírito, é questão emocional mesmo. Já ganhei e já perdi nesse tipo de disputa. Quando a gente se reuniu no final do jogo eu falei: rapaziada, relaxa! Descontrai, vai lá e bate. Se vocês estiverem tranquilos vão fazer. Acho que eles fizeram bem feito né?'

O novo comandante do Palmeiras confirmou que Felipe Melo é o novo capitão do time.

'Ele vai seguir como capitão, é uma decisão que já foi tomada. Parecia que ele já jogava de zagueiro a bastante tempo, ele não sentiu. Tem algumas coisas que a gente vai corrigir, ele ainda vem dar o bote no meio-campo, mas como zagueiro ele vai correr muito menos do que corria. E o Bruno Henrique não perdeu a liderança, só perdeu a tarja. É normal que isso aconteça. O Bruno tem uma liderança muito boa. Mas quero que o Felipe diminua o ímpeto dele de discutir coisas que não tem que discutir. Ele tem que ser um exemplo. Capitão tem que ser exemplo, ainda mais para garotada que está chegando aqui. Então ele vai deixar de lado algumas coisas desnecessárias que traz um desconforto para ele e para equipe.', afirmou Luxa.

49392399563_a75f01a6ce_c

Luxemburgo finalizou a coletiva comentando sobre Lucas Lima e Raphael Veiga. Para o técnico faltou um pouco da ligação dos meias para achar os jogadores de frente.

"É normal. Achei o Lucas diferente do que das outras vezes que vi de longe. Deu combate, roubou bolas, fez falta. Mostra que ele está querendo fazer algo diferente. Eu falei pra ele: só depende dele pra ficar na equipe, não depende de mim. Acho que foi um bom jogo. Fizemos o perde e pressiona e conseguimos roubar algumas bolas no ataque. Isso vai ser uma constante nossa, vou trabalhar muito isso.', finalizou o técnico.

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!