Luxa protege Veiga: “foi sacrificado”

Luxa protege Veiga: “foi sacrificado”

Após a vitória do Palmeiras sobre o Ituano por 4 a 0, o treinador Vanderlei Luxemburgo, em sua entrevista coletiva, defendeu o meio campista Raphael Veiga. Questionado sobre as críticas que o camisa 23 tem recebido pelas más atuações nesses primeiros jogos, o treinador chamou para si a responsabilidade e classificou a situação como “sacrifício do Veiga”.

Atuando pela ponta esquerda, o canhoto não tem tido boas atuações. Foi substituído em todos os jogos e tem sido o grande alvo da torcida que o considera sonolento e pouco ativo. Na opinião do treinador, essa falta de produtividade se deve à posição “errada que ele tem feito. Ele é meia, mas tá improvisado na ponta”.

Explicando o porque da escolha, Luxemburgo disse que tentou encaixar a dupla Lucas Lima e Veiga no time, mas que eles ocupam um mesmo espaço e Raphael tem sido o prejudicado por ser quem mudou de posição. Foi sacrificado pela ideia de jogo que, até esse momento, não funcionou como poderia.

A ideia não deverá acabar, no entanto. Vanderlei disse que tentará soluções ao longo dos treinamentos e que Veiga não pode ser culpado. Assumiu a questão e blindou o jogador. A sensação que ficou é que ele não atue diante do São Paulo, domingo, em Araraquara, mas voltará a ser testado entre os onze.

Tags:
  • João Gabriel

    João Gabriel

    De família italiana e tipicamente alviverde, é de São Manuel, interior do estado. Se formou em Jornalismo pela USC/Bauru e é pós graduado em jornalismo esportivo pelo IPOG/SP.