Matador e decisivo, Luiz Adriano atinge média de gols histórica no século do Palmeiras

Matador e decisivo, Luiz Adriano atinge média de gols histórica no século do Palmeiras

Foto: César Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação

Após desfalcar o Palmeiras por seis partidas devido a uma lesão muscular na coxa, Luiz Adriano voltou a defender o Palmeiras nesta última quarta-feira, 7, diante do Vasco em São Januário.

O atacante do Verdão precisou de poucos minutos para criar a sua primeira chance, e logo depois marcou o gol que garantiu mais uma vitória do Palmeiras no Campeonato Brasileiro.

Com 7 gols em 12 jogos, Luiz Adriano atingiu a média de 0,58 gol por partida. Dentre as melhores médias deste século, considerando o período dentro de uma única temporada, o atual camisa 10 do Verdão está ao lado de Alex Mineiro (2008) e Alan Kardec (2014), ambos com os mesmos 0,58 (porém com 37 gols em 63 jogos e 10 gols em 17 jogos, respectivamente).

Nessa lista de detentores das melhores médias de bola na rede no Século XXI – sempre levando em conta temporadas avulsas –, apenas dois nomes ficam à frente do de Luiz Adriano: são os de Vágner Love e de Keirrison. O atacante Love marcou 21 gols em 32 jogos em 2003 (média de 0,65) e 28 gols em 32 jogos em 2004 (média de 0,8), enquanto Keirrison, no seu único ano em que defendeu o Verdão (2009), balançou as redes 24 vezes em 35 jogos (média de 0,68).

Luiz Adriano também tem uma das melhores médias de gol da Série A do Brasileiro, perdendo apenas para Gabigol.

Para anotar os seus seis gols neste Brasileirão, Luiz Adriano precisou de apenas 676 minutos em campo. Desempenho que lhe dá uma média de um gol a cada 113 minutos, aproximadamente. Já o atacante do Flamengo, artilheiro do Brasileirão com 20 tentos, tem um aproveitamento de um gol a cada 97 minutos.

Porém a noite não foi só de alegria para o camisa 10 do Verdão. Ele voltou a sentir dores na coxa e pode desfalcar o Palmeiras no Dérbi diante do Corinthians, neste próximo sábado, 9, no Pacaembu.

Ele fará exames assim que a delegação alviverde chegar em São Paulo, no início de noite desta quinta.

JOGADORES COM MENOS MINUTOS PARA MARCAR

  • Dados OGol
  • Apenas jogadores com 5 ou mais gols

1º - Gabigol - Flamengo - 1 gol a cada 97 minutos
2º - Luiz Adriano - Palmeiras - 1 gol a cada 113 minutos
3º - Arrascaeta - Flamengo - 1 gol a cada 125 minutos
4º - Pedro - Fluminense - 1 gol a cada 125 minutos
5º - Bruno Henrique - Flamengo - 1 gol a cada 141 minutos

JOGADORES COM MENOS FINALIZAÇÕES PARA MARCAR

  • Dados do Footstats
  • Apenas jogadores com 5 ou mais gols

1º - Luiz Adriano - Palmeiras - 1,8 finalizações pra marcar
2º - Arrascaeta - Flamengo - 3,3 finalizações para marcar
3º - Gabigol - Flamengo - 3,8 finalizações para marcar
4º - Wellington Paulista - 4,4 finalizações para marcar
5º - Pedro - Fluminense - 4,6 finalizações para marcar

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 28 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!