Em crise, Nacional, que ameaça Palmeiras, vendeu jovem que nunca estreou pelo clube

Em crise, Nacional, que ameaça Palmeiras, vendeu jovem que nunca estreou pelo clube

(Foto: Reprodução/Nacional)

Na manhã desta quinta-feira (21), a notícia de que o Nacional (URU) requer urgentemente o pagamento da primeira parcela por Matías Viña pegou o Palmeiras de surpresa. Conforme noticiado pelo Nosso Palestra, o clube uruguaio cobra a quitação da parcela de abril, embora o Palmeiras já tenha pago uma parte desse valor.

A atitude inesperada do Nacional reflete a crise financeira que o clube atravessa há tempos. Para ilustrar a situação, cabe lembrar que os uruguaios venderam para a Inter de Milão, em janeiro, uma de suas jóias da base. O detalhe é que o garoto sequer havia estreado profissionalmente e era visto como estrela.

Trata-se Martín Satriano, de 19 anos. O jovem é chamado pelo jornal espanhol AS de "novo Luis Suárez." Martín fez apenas um amistoso pelo Nacional e, devido à crise que o time vive, foi vendido à Inter por apenas 1,5 milhão de dólares. Hoje, integra as categorias de base da equipe italiana.

Com a pandemia do novo coronavírus, os problemas financeiros se agravaram ainda mais. Nesse efeito cascata, surgiu a cobrança ao Palmeiras do restante do pagamento da primeira parcela por Matías Viña, que pode aliviar o fluxo de caixa do clube uruguaio.

Mesmo adotando essa medida drástica, fontes do Nacional garantiram ao Nosso Palestra que as relações com a diretoria palmeirense seguem ótimas. O Palmeiras, por sua vez, entende que a situação segue sob controle.

  • Guilherme Paladino

    Guilherme Paladino

    Palmeirense, estudante de jornalismo na UNESP, com passagem pelo Torcedores e atualmente setorista no Nosso Palestra. Apaixonado por jornalismo e por esportes. "A bola não entra por acaso."