Nem lá, nem cá: Palmeiras vive dia de decisão

Nem lá, nem cá: Palmeiras vive dia de decisão

Família é o maior centro de amor, e de ódio, que existe. Brigamos à exaustão com os nossos, mas espere só pra ver o que acontece se alguém estiver prestes a viver um grande momento. O exército de forma para fazer o que for preciso e completar a missão. É excesso de gostar que conduz à briga, mas também é ele que garante o sucesso.

Já são quatro meses desse 2019 no qual esperava-se muito de Palmeiras e seus nomes. Com ótimos e péssimos dias, conclui-se pouco sobre o que há de concreto nesse novo elenco que nasceu campeão. Em jornadas, versamos que as taças caminham à cavalo, em outras, que o apocalipse já vem e o Palmeiras ruiu para todo sempre.

Nem lá.
Nem cá.

A enxurrada de críticas, sem duvidas, é necessária para que se coloquem em discussão vários questões relevante à melhoria de desempenho. É preciso ampliar o raciocínio e expor defeitos aparentes. A acomodação é a kriptonita de todo time de futebol. Se acontecer, o fim é breve.

O ano convence em resultados e decepciona no desempenho. Não falamos em quantos jogos perder, mas sobre quais. Um desses quais é domingo. Importantíssimo à moral de quem busca muita coisa importante ao longo do ano. Do torcedor que ostenta a marca de invencibilidade contra o rival. De estar de volta a mais uma final e com chances reais de desfazer o trauma do ano que se passou.

O mau jogo na Argentina precisa estar em mente para que sirva de não exemplo. Esse é o lá que precisa acabar. O cá é encarnar o espírito desse elenco boleiro que sabe quais dias importantes podem dar algo a mais. Na bola, o time se mostra capaz de resolver a parada. Cabeça no lugar, torcida ao lado, erros na prancheta e foco. Muita concentração.

Domingo é dia de responder e voltar a ser o Palmeiras que atropelou o Brasil em 2018 e que foi família. Que foi união. Que foi sinérgico com os seus. O Allianz Parque viverá desses dias em que um dos nossos estará em decisão e farão das vozes coração para que tudo acabe bem.

Tags:
  • João Gabriel

    João Gabriel

    De família italiana e tipicamente alviverde, é de São Manuel, interior do estado. Se formou em Jornalismo pela USC/Bauru e é pós graduado em jornalismo esportivo pelo IPOG/SP.