O Palmeiras sonhou com a modernidade e optou pela comodidade

O Palmeiras sonhou com a modernidade e optou pela comodidade

(Foto: Bruno Cantini/Divulgação)

A frustração do torcedor do Palmeiras com os fim das negociações com Jorge Sampaoli foi muito grande. E passado algumas horas da desistência o clube, que através de seu presidente fez um discurso ressaltando a necessidade de modernidade e inovação após a demissão de Mano Menezes, traz novamente para o seu comando um velho conhecido: Vanderlei Luxemburgo.

Lógico que os últimos trabalhos e o estilo de Luxemburgo não o credenciam a ser a renovação proposta por Maurício Galiotte há pouco mais de 15 dias, mas, por outro lado, podem sim representar uma mudança de estilo de jogo do Palmeiras acompanhado por uma grande reformulação.

Luxa é inteligente, entende muito de futebol, conhece muito o Palmeiras e pode ser o oxigênio para a construção de um time que preze pela qualidade de jogo, principalmente na parte ofensiva, e traga novamente a torcida para o seu lado através de uma figura que, em outros tempos, fez o palmeirense ter orgulho de sua equipe.

Talvez tenha se perdido em parte de sua carreira ao focar demasiadamente em assuntos fora das quatro linhas. Aceitou trabalhos que estavam condenados ao fracasso por não ter um mercado tão vasto, como nas épocas áureas de outrora. Por outro lado, nunca deixou de ser o profissional competente que sempre foi, o que ficou demostrado no confronto Vasco x Flamengo, um dos melhores jogos do campeonato.

Para treinar o Palmeiras não basta apenas ter qualidade, adjetivo inquestionável quando se fala de Vanderlei Luxemburgo. É necessário também saber apaziguar o sempre efervescente ambiente político, entender os anseios dos torcedores e, principalmente, respeitar a instituição, ciente de sua importância e grandeza no cenário nacional e internacional. Sampaoli, por mais competente que seja, mostrou não ter esse conhecimento e deixou dúvidas, pelas suas atitudes, se a sua qualidade seria o suficiente para reerguer o Palmeiras ou se a sua instabilidade emocional causaria ainda mais desavenças em um clube, que nesse momento, necessita de paz.