O que Roger deixa de legado para Felipão

O que Roger deixa de legado para Felipão

(Foto:César Greco/Ag. Palmeiras/ Divulgação)

O mundo do futebol de vez em quando prega algumas peças no mínimo curiosas. Roger Machado foi auxiliar técnico de Felipão no Grêmio em 2014, e após um curto trabalho de Scolari, assumiu o tricolor gaúcho para entregar um belo trabalho para Renato Gaúcho brilhar um ano depois.

Passados 4 anos, agora será a vez de Felipão pegar um trabalho iniciado por Roger Machado. Apesar de Roger ter saído desgastado e com uma imagem ruim por boa parte da torcida palmeirense, o vice-campeão paulista fez alguns grandes jogos no comando do Verdão e deixa uma herança aproveitável para Big Phil.

Listamos algumas delas aqui pra você:

**Rodízio de goleiros **

Roger Machado teve com os goleiros palmeirenses, a coerência que faltou para administrar outros setores do elenco. Com o jovem no comando, Jaílson, Prass e Weverton tiveram as suas chances. Porém com Felipão, esse rodízio deve acabar.

**Antônio Carlos **

De quase dispensado no final do ano, para um dos grandes nomes do Palmeiras em 2018. O zagueiro fez diversas boas apresentações nesta temporada, tanto que garantiu sua permanência no clube até 2023. Roger é um dos grandes responsáveis pela evolução de AC.

Bruno Henrique

O volante camisa 19 pode ser considerado o maior legado de Roger em seu trabalho no comando do Palmeiras. De detestado por grande parte da torcida no início do ano, para hoje ser o grande nome e capitão do elenco palmeirense. Deve seguir como titular com Felipão.

Hyoran

O garoto Hyoran atuou pouquíssimas vezes durante toda a temporada de 2017. Com Roger Machado, o menino de Chapecó recebeu diversas oportunidades, sendo por diversas vezes titular e decisivo, marcando gols e dando assistências para os seus companheiros.

Borja

Para muitos Miguel Borja renasceu no alviverde no comando de Machado. O colombiano igualou sua marca de gols de todo ano passado em apenas 4 meses com Roger. Foi o artilheiro do Paulistão, e ainda é o artilheiro do elenco no ano com 15 gols. Roger Machado foi o grande responsável por recuperar o atacante, inclusive o colocando na Copa do Mundo da Rússia.

Melhor Campanha na Libertadores

Pelo segundo ano consecutivo, Roger entrega um cargo no meio do ano, mesmo tendo feito a melhor campanha da 1ª fase da Libertadores. Felipão com seu estilo copeiro, terá o privilégio de decidir todas as partidas de mata-mata da competição continental em casa. Na Libertadores, o Palmeiras de Machado provou que pode sim, jogar muito mais do que vem jogando. Foram partidas perfeitas diante do Boca em La Bombonera e do Junior em Barranquilla.

**Roger Machado deixa o Palmeiras com mais de 70% de aproveitamento. Foram ao todo 44 partidas. Sendo 27 vitórias, 9 empates, 8 derrotas. **

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!