Ocupa Palestra pede bom senso na precificação do Avanti

Ocupa Palestra pede bom senso na precificação do Avanti

Foto: Sérgio Ortiz/ Forza Palestrina

Nota contra mais um aumento abusivo dos planos do programa e seu desmonte

O Ocupa Palestra manifesta-se novamente contra o processo excludente que a Sociedade Esportiva Palmeiras inflige em seus torcedores. Desta vez é um aumento abusivo dos preços do programa Avanti, além de potencialmente ilegal (artigos 39, X e 51, X da Lei n° 8.078/90 - Código de Defesa do Consumidor).

A S.E.P. mais uma vez se mostra distante da atual realidade econômica do país, assim como já havia feito em oportunidades anteriores. O torcedor consegue muito bem distinguir sua alegria em ver uma equipe campeã do seu papel fiscalizador enquanto parte de uma agremiação popular.

O Avanti é um patrimônio da instituição, um projeto que deveria agregar e unir os torcedores, aproximá-los do clube e criar um canal de relacionamento entre as partes. De algum tempo para cá, entretanto, o programa faz o caminho inverso, tornando-se um verdadeiro pedágio para a compra de ingressos – isso quando estão disponíveis e o site funciona.

A fim de esclarecer à coletividade alviverde, questionamos os seguintes pontos em relação ao nosso modelo de precificação:

• Desde o reajuste anterior até agora, a inflação acumulada no período não ultrapassou os 7%. Qual o amparo legal para 20% de aumento?
• Some-se a este aumento a abusiva cobrança pela nova carteirinha Avanti, que deverá ser custeada pelo associado. Se a alteração é uma determinação do clube, por que a cobrança?
• Há informações bem precisas de que o número de adimplentes do programa não ultrapassa os 70 mil associados, frente os quase 130 mil que tivemos há poucos anos. Qual o plano de retenção deste torcedor?
• O caso dos misteriosos ingressos do gol norte que desaparecem em segundos e aparecem nas mãos de cambistas já foi solucionado?
• O prêmio pelo vice Campeonato Paulista que seria utilizado em ações sociais com torcedores foi aplicado de que forma? Não se vê o povão nas arquibancadas.
• Mesmo tendo uma arrecadação recorde em bilheteria em 2018, qual o objetivo para o próximo ano? Superar rivais europeus?

Não bastasse o ilegal cerco que nos divide, o preço dos ingressos - e consequentemente do Avanti - está criando uma casta de torcedores que tem o privilégio de assistir aos jogos no estádio.

Aos demais, nem a rua é permitida.


OCUPA PALESTRA
Movimento de palmeirenses para reverter os bloqueios das ruas do entorno do Allianz Parque e também promover um Palmeiras mais popular.
twitter.com/ocupa_palestra
facebook.com/ocupapalestra
instagram.com/ocupa_palestra

  • Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim

    Gabriel Amorim, 27 anos, detesta quem assiste ao jogo sentado e tem como grande ídolo Armando Nogueira. Formado em Jornalismo pela UMESP em 2012, cobriu a Copa do Mundo da Rússia pelo jornal Lance!